Cientistas descobrem nova anomalia nos olhos ligada à covid-19

Alguns pacientes graves da covid-19 desenvolveram pequenos nódulos no olho, que podem ser potencialmente perigosos para a visão

Pesquisadores franceses descobriram que a covid-19 pode estar provocando o surgimento de pequenos nódulos no globo ocular de algumas pessoas afetadas pela doença, e que potencialmente podem ser perigosos para os olhos e a visão.

Em um estudo com 129 pacientes que tiveram um quadro grave da covid-19, os pesquisadores descobriram que nove deles (7%) desenvolveram um ou mais nódulos na parte de trás do olho, em uma região do globo ocular responsável pela parte central da visão. Oito dos nove pacientes foram internados em unidades de tratamento intensivo (UTIs) com covid-19.

Os nódulos foram registrados em exames de ressonância magnética, e é a primeira vez que este tipo de sequela é documentado usando essa técnica, de acordo com os cientistas. O estudo foi publicado nesta terça-feira na revista Radiology, editada pela Sociedade Norte-Americana de Radiologia. A pesquisa é do tipo observacional, isto é, com base no resultado de exames feitos na época em que os pacientes estavam internados, entre março e maio.

Os cientistas ainda não sabem por que os nódulos se formaram nos olhos. Algumas das hipóteses é que eles podem estar relacionados à inflamação causada pelo coronavírus ou podem estar ligados a uma circulação inadequada do sangue nas veias dos olhos durante a internação nas UTIs em pacientes entubados.

Anomalia nos olhos causada pela covid-19 Nódulos no globo ocular: imagem de ressonância magnética mostra pequenos nódulos no olho (apontados pelas setas)

Nódulos no globo ocular: imagem de ressonância magnética mostra pequenos nódulos no olho (apontados pelas setas) (Radiological Society of North America/Divulgação)

"Nosso estudo sugere a necessidade de se examinar todos os pacientes hospitalizados na UTI com quadros graves da covid-19. Acreditamos que esses pacientes devem receber tratamentos de proteção ocular específicos", disse Augustin Lecler, pesquisador que liderou a pesquisa. Ele é professor associado da Universidade de Paris e neurorradiologista do Departamento de Neurorradiologia do Hospital Adolphe de Rothschild em Paris.

Os pesquisadores ressaltavam a importância da realização de mais exames de ressonância em pacientes com covid-19, para entender as causas e as consequências da formação dos nódulos. Eles dizem que também é importante acompanhar a evolução dos pacientes afetados para descobrir potenciais problemas de visão causados pela doença.

Embora o coronavírus ataque principalmente o pulmão e as vias aéreas, outros estudos já identificaram que a covid-19 está associada também a outros problemas nos olhos, como a formação de conjuntivite e retinopatia, uma lesão na retina que pode causar a perda de visão.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.