Carreira

Segredos para uma carreira longa e feliz: veja os conselhos de quem chegou lá

Ela tem 102 anos e ainda trabalha no resort que cofundou em 1940, e ele tem 84 anos e trabalha há 27 anos na mesma empresa - o segredo por trabalhar por um longo tempo pode ir além da necessidade financeira

Antônio de Figueiredo Brito, chefe de atendimento ao cliente do Grupo Pereira: Dedicação e respeito são as palavras que permeiam minha carreira (Grupo Pereira/Divulgação)

Antônio de Figueiredo Brito, chefe de atendimento ao cliente do Grupo Pereira: Dedicação e respeito são as palavras que permeiam minha carreira (Grupo Pereira/Divulgação)

Publicado em 27 de maio de 2024 às 17h06.

Última atualização em 27 de maio de 2024 às 17h15.

Tudo sobredicas-de-carreira
Saiba mais

Uma americana centenária ainda trabalha três dias por semana no resort de fitness e spa que fundou com o marido em 1940. Deborah Szekely, de 102 anos, deu entrevista à CNBC e contou mais sobre o negócio que empreendeu no México.

Durante o período tumultuado da Segunda Guerra, o casal se estabeleceu no México, perto da fronteira de San Diego, após o visto para os EUA expirar. Alugaram um galpão de armazenamento estilo Adobe e começaram a construir as bases do Rancho La Puerta com foco na saúde e na boa forma por meio de refeições vegetarianas e aulas de ginástica.

Ao longo dos anos, Szekely desempenhou diversas funções no resort: cozinheira-chefe, gerente-geral e diretora de atividades, enquanto seu marido foi professor.

Liderado pela filha de Szekely, Sarah Livia Brightwood, que é a presidente do resort, o rancho ainda conta com Deborah nas operações. “Quarta-feira, eu falo. E quinta-feira, encontro pessoas que quero conhecer, ou amigos. Então trabalho três dias por semana: terça, quarta e quinta”, diz Szekely ao veículo americano.

Szekely também está sempre em busca de aprender e se interessa por coisas novas. “O principal é continuar aprendendo”, diz Szekely que afirma que a sua disposição está conectada com a busca de aprender e se interessar por coisas novas.

Dedicação ao trabalho e respeito ao próximo

Há 27 anos, o brasileiro Antônio de Figueiredo Brito, 84 anos, faz parte do Grupo Pereira. Trabalhando na unidade dos Supermercados Comper no Jardim dos Estados, em Campo Grande (MS), ele é um dos funcionários mais antigos do Grupo. Aos 57 anos, Antônio foi contratado como gerente da unidade, onde se destacou pelo cuidado com os clientes e a atenção com toda a equipe. Hoje, é chefe de Atendimento ao Cliente.

“Comecei a trabalhar em janeiro de 1954, no interior do Estado de São Paulo. Depois vim para a capital, onde trabalhei numa empresa de produtos químicos até 1959, quando entrei na Elgin, onde fiquei até 1977”, diz. “Vim então para Campo Grande (MS), onde trabalhei na Auditoria Geral do Estado e depois no Tribunal de Contas. Na sequência, após passar pelo Pão de Açúcar, vim para o Grupo Pereira em 1997, então com 57 anos de idade, onde estou até hoje, aos 84 anos.”

Para Brito, o sucesso veio mediante muita dedicação ao trabalho, principalmente no atendimento ao cliente, o que me garantiu todo um desenvolvimento profissional ao longo dos anos.

“Dedicação e respeito são as palavras que permeiam minha carreira. Sempre me dediquei em desenvolver um bom trabalho, respeitando as regras da área e, especialmente, as pessoas próximas a você no ambiente de trabalho.”

Acompanhe tudo sobre:dicas-de-carreiraplano-de-carreiraAmbiente de trabalhoEtiqueta no trabalhoprodutividade-no-trabalho

Mais de Carreira

Quais são os jargões mais utilizados no mundo corporativo?

O que o estagiário recebe quando acaba o contrato?

O que faz um auxiliar de produção?

Profissões na área de Humanas: conheça 5 oportunidades e tendências

Mais na Exame