Salário espanta escolhido para ser CEO da BR Distribuidora

Impeachment da presidente Dilma pode ser mais um obstáculo, avalia conselho de administração

São Paulo - Com 11 milhões de desempregados no país, há um posto de trabalho que está difícil de preencher. Oferecendo 1,5 milhão de reais de salário anual, a Petrobras não conseguiu um presidente para a BR Distribuidora. Após sete meses de procura, a estatal vai ter de recomeçar o processo de recrutamento. A informação é de reportagem do jornal Folha de São Paulo.

Em janeiro, o presidente do conselho de administração da BR, Segen Estefen, havia dito que pagar um salário compatível com o mercado não era problema e que havia excesso de nomes cotados. A questão era apenas definir rápido, segundo ele, mas a projeção de ter um novo presidente até este mês de abril não se concretizou justamente por conta da remuneração.

O candidato escolhido pelo conselho de administração recusou o cargo porque considerou o salário baixo. Além da remuneração, o conselho de administração agora teme que o impeachment da presidente Dilma seja mais um obstáculo que espante executivos.

A missão de recrutar um executivo para o comando da está com a Korn Ferry. Ainda segundo a reportagem, na primeira tentativa 90 executivos foram identificados como potenciais candidatos. Cinco chegaram à mesa do conselho de administração e Guilherme de Paula, presidente da filial da Petronas no Brasil, foi o escolhido. De acordo com o jornal, a diferença entre a oferta e a pretensão salarial foi de um milhão de reais.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.