Carreira

Quase 90% dos trabalhadores já se arrependeram de enviar certos e-mails, mostra pesquisa

Quase 30% acredita que a mensagem enviada pode ter atrapalhado sua carreira diretamente

Publicado em 15 de abril de 2024 às 08h30.

De acordo com a Babbel, plataforma de aprendizado de idiomas, 88% das pessoas diz se arrepender de ter enviado um e-mail logo depois de fazê-lo. Ao mesmo tempo, 28% acredita que uma mensagem enviada prejudicou diretamente suas carreiras.

Ainda, quase um em cada cinco membros da geração Z, entre 18 e 24 anos, afirma se arrepender com muita frequência de e-mails enviados.

Duas causas comuns de arrependimento são os erros de digitação e a falta de clareza nas mensagens, de acordo com Esteban Touma, especialista da plataforma Babbel. Conforme declarou à CNBC, para evitar o erro, é benéfico tirar um tempo para "pausar e ler o e-mail com cuidado", garantindo a adequação do tom e a concisão da mensagem. "Procure por ambiguidades ou potenciais mal-entendidos que podem advir das palavras", aconselhou.

Também é importante não responder a e-mails em momentos de estresse, prezando sempre pela clareza e pela eficiência.

Segundo Touma, o ideal seria replicar a mensagens urgentes dentro de uma ou duas horas. Para aquilo que não exige retornos rápidos, o prazo de 24 horas é considerado bom, de acordo com o especialista.

Ainda para ele, em vez de enviar um e-mail imediatamente, é melhor salvar o texto como rascunho e depois revisitá-lo, o que proporciona a possibilidade de reler a mensagem como se fosse nova após certo tempo.

Assim,  há diversas medidas que podem ser tomadas para evitar o arrependimento após se enviar um e-mail. Para isso, porém, é preciso evitar a impulsividade e priorizar a calma na hora de encaminhar os textos.

Com informações da CNBC.

Acompanhe tudo sobre:Carreira jovemdicas-de-carreira

Mais de Carreira

Vagas para todos: setor trilionário aceita profissionais de todas as formações e paga acima da média

Número de executivas mulheres cai pela primeira vez desde 2005 nos EUA

Quer trabalhar de qualquer lugar do mundo? Veja as vagas de home office disponíveis nesta semana

Não se esqueça de seguir essas dicas antes de escrever seu currículo, segundo recrutador do Google

Mais na Exame