Para Elon Musk, você pode aprender tudo online e a universidade tem 2 funções

"Você não precisa da faculdade para aprender coisas, tudo está disponível basicamente de graça", comentou Elon Musk em conferência

“Você não precisa da faculdade para aprender coisas, tudo está disponível basicamente de graça”, comentou Elon Musk, cofundador da Tesla, durante a conferência Satellite 2020 em maio. A Tesla está junto da Apple, Google e Netflix como empresa que não inlcui nos requisitos para vagas um diploma específico de ensino superior.

Segundo o bilionário, há algum valor no ensino superior: testar a capacidade das pessoas para se dedicar a tarefas difíceis — “especialmente a lição de casa chata”, disse ele.

O outro grande valor que Musk destaca no aprendizado formal é o networking. “Eu acho que a universidade é para se divertir e para provar que você sabe executar suas tarefas”, concluí ele.

No começo do ano, o executivo publicou em seu Twitter que a Tesla estava recrutando especialistas em inteligência artificial e escreveu que “não se importa se o candidato sequer acabou o ensino médio”. No entanto, ele acrescentou que todos iriam passar por um teste de programação.

Com novas carreiras digitais surgindo e a falta de mão de obra na área de tecnologia, cursos de especialização de curta duração têm surgido como uma solução para inserir profissionais mais rápido no mercado de trabalho. E a exigência pelas empresas de um diploma do ensino superior, que dura quatro anos, para cargos iniciais pode atrasar essa demanda do futuro do trabalho.

Além da Tesla, Musk também é responsável pela SpaceX, empresa de sistemas aeroespaciais, e alimenta o grande sonho de levar o homem para Marte. Segundo ele, é necessário ter pessoas excepcionais em sua equipe das duas empresas para conquistar objetivos como esse.

“O recrutamento da Tesla não tem nada que diga que a universidade é um requisito. Pois isso é absurdo. Porém há um requisito pedindo a evidência de uma habilidade excepcional. Se você quer fazer algo excepcional, você precisa ter a evidência de uma habilidade excepcional. E eu não considero ir à faculdade uma evidência de habilidade excepcional. Na verdade, idealmente você desistiu dela e fez algo”, disse Musk.

Ele dá como exemplo Bill Gates e Steve Jobs, que não concluíram a faculdade e ele considera muito inteligentes. “Obviamente não é necessário (ter o diploma). Será que o Shakespeare sequer foi para a faculdade? Provavelmente não”.

Para o bilionário, o “excepcional” parece contar muito no currículo. Nas vagas publicadas em fevereiro, ele pedia para os candidatos enviassem suas respostas para a pergunta “qual trabalho excepcional você fez?” (em inglês).

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.