O salário é baixo no BB? Veja os salários de presidentes de empresas

O governo fez ofertas para executivos do mercado assumirem a presidência do Banco do Brasil, mas o salário não agradou

O que é um salário baixo para o cargo de presidente de uma companhia? Procurando por um substituto para o comando do Banco do Brasil, o ministro da Economia Paulo Guedes tem encontrado dificuldade para contratar um executivo do mercado.

O motivo: um salário pouco competivo. É difícil dizer que a remuneração é baixa, afinal, em 2019, o presidente do BB teve uma remuneração 1,8 milhões de reais, segundo dados declarados na Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Mas a oferta milionária foi recusada entre os candidatos abordados pelo ministro, de acordo com técnicos do governo. Na comparação com a remuneração das empresas privadas, o nível sobe.

No setor financeiro, o mais alto executivo do Itaú Unibanco ganhou 52 milhões em 2019. O presidente da B3 recebeu mais de R$ 51 milhões e o do Santander, R$ 43 milhões.

No levantamento feito pela EXAME com 15 grandes empresas, apenas uma está na mesma faixa de remuneração que o BB --- a também estatal Eletrobras.

Uma das diferenças entre as estatais e empresas privadas é o peso da remuneração variável nos ganhos anuais. Essa parcela alia fatores como resultados anuais do negócio e de sua área e avaliação de desempenho. No Itaú, por exemplo, a parte fixa representou apenas 8% da remuneração dos diretores e presidentes em 2019.

No Banco do Brasil, o salário fixo representa 43% dos ganhos, o que representa um valor mensal de R$ 68,8 mil. Com a gratificação natalina, remuneração variável e outros benefícios, o vencimento mensal pode dobrar.

Na CVM, as companhias abertas devem declarar as remunerações máximas, médias e mínimas de seus conselhos de administração, conselho fiscal e diretoria. Embora o documento não relacionem os valores a cargos específicos, o maior vencimento costuma ser o do presidente.

Confira os salários dos presidentes de 15 grandes empresas no Brasil em 2019

Empresa Remuneração anual (R$)
Itaú Unibanco 52.060.000,00
B3 51.250.578,90
Santander 43.068.683,26
Bradesco 30.659.720,00
Lojas Americanas 19.402.611,00
Suzano  16.048.947,94
Vale 15.102.649,02
Ambev 14.170.295,57
Magazine Luiza 8.926.346,96
CPFL Energia 8.484.000,00
Via Varejo 5.573.204,34
TIM Brasil 4.305.525,00
Petrobras 2.345.948,12
Banco do Brasil 1.810.828,37
Eletrobras 1.029.791,51

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 1,90

Nos três primeiros meses,
após este período: R$ 15,90

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.