Acompanhe:
seloCarreira

Na pandemia, desempregados recorrem ao Uber como proteção financeira

Um estudo da consultoria Accenture mostra que 62% dos motoristas e 54% dos entregadores responderam que se cadastraram no aplicativo Uber durante a pandemia porque não conseguiram encontrar outro trabalho

Modo escuro

Continua após a publicidade
Uber: pesquisa considerou três fontes de informação: entrevistas com 4.941 motoristas e entregadores de seis países (Austrália, Brasil, Canadá, Estados Unidos, França e Reino Unido) (Bloomberg/Bloomberg)

Uber: pesquisa considerou três fontes de informação: entrevistas com 4.941 motoristas e entregadores de seis países (Austrália, Brasil, Canadá, Estados Unidos, França e Reino Unido) (Bloomberg/Bloomberg)

V
Victor Sena

Publicado em 15 de setembro de 2021 às, 19h52.

O desemprego foi uma das principais consequências da pandemia da covid-19 para a economia brasileira. Enquanto ele já se recupera nos Estados Unidos, que também teve alta de pessoas sem trabalho em 2020, por aqui o índice atinge mais de 14 milhões de pessoas. 

Um estudo da consultoria Accenture mostra que 62% dos motoristas e 54% dos entregadores responderam que se cadastraram no aplicativo Uber durante a pandemia porque não conseguiram encontrar outro trabalho. 24% dos entrevistados estavam desempregados quando se cadastraram na plataforma durante a pendemia e, dos que tinham algum trabalho no momento do cadastro, 58% responderam que estavam trabalhando menos horas ou que já tinham sido dispensados.

  • Fique por dentro das principais notícias do Brasil e do mundo. Assine a EXAME

Para 76% dos motoristas e 85% dos entregadores, "acesso fácil a uma fonte de renda" foi um dos motivos pelos quais começaram a dirigir ou entregar.

O estudo mostrou ainda que 57% dos parceiros que começaram no aplicativo na pandemia relataram ser inelegíveis ou não ter conseguido acesso ao auxílio do governo.

A Accenture também aponta que 73% dos motoristas e entregadores concordam que a plataforma funcionou como uma rede de proteção; 87% afirmaram que sem o trabalho no app não teria sido possível atender necessidades financeiras na pandemia.

A pesquisa considerou três fontes de informação: entrevistas com 4.941 motoristas e entregadores de seis países (Austrália, Brasil, Canadá, Estados Unidos, França e Reino Unido), realizadas entre março e abril de 2021; uma revisão da literatura sobre trabalho em plataformas; além da análise de dados administrativos da Uber relativos a sete milhões de parceiros que se conectaram à plataforma.

Segundo o estudo, "a pandemia de Covid-19 causou o maior choque econômico desde a Grande Depressão de 1929, afetando economias e mercados de trabalho em todo o mundo, testando a capacidade do trabalho em plataformas de servir como um estabilizador anticíclico e fonte de resiliência financeira para trabalhadores".

Como resultado, a maioria (73%) concorda que "trabalhar na plataforma funcionou como uma rede de proteção financeira durante a pandemia". Nesse mesmo sentido, o estudo aponta que 87% dos novos motoristas e entregadores afirmaram que, sem o trabalho na plataforma, não teria sido possível atender suas necessidades financeiras na pandemia.

Últimas Notícias

Ver mais
Muitas vagas, poucos talentos: especialista revela qual o profissional mais disputado do mercado
seloCarreira

Muitas vagas, poucos talentos: especialista revela qual o profissional mais disputado do mercado

Há 3 horas

Semana de trabalho de 4 dias é bem-sucedida no maior teste já feito no mundo
seloCarreira

Semana de trabalho de 4 dias é bem-sucedida no maior teste já feito no mundo

Há 5 horas

10 Habilidades para colocar no currículo e como conquistá-las para a sua vida profissional
seloCarreira

10 Habilidades para colocar no currículo e como conquistá-las para a sua vida profissional

Há 5 horas

Quais são os 10 requisitos mais exigidos na hora de contratar estagiários?
seloCarreira

Quais são os 10 requisitos mais exigidos na hora de contratar estagiários?

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais