Harvard oferece bolsa de R$ 150 mil para pesquisa sobre mídia e políticas públicas

Oportunidade é voltada para jornalistas, políticos, acadêmicos ou outros profissionais que trabalhem com políticas públicas
Harvard Business School: Os selecionados vão receber um auxílio de US$ 30 mil (cerca de R$ 150 mil), pagos em parcelas mensais no final de cada mês durante o decorrer do curso (Petr Kratochvi/Public Domain/Divulgação)
Harvard Business School: Os selecionados vão receber um auxílio de US$ 30 mil (cerca de R$ 150 mil), pagos em parcelas mensais no final de cada mês durante o decorrer do curso (Petr Kratochvi/Public Domain/Divulgação)
Por Lucas Almeida, da Universidade do IntercâmbioPublicado em 15/06/2022 11:19 | Última atualização em 15/06/2022 11:19Tempo de Leitura: 4 min de leitura

A Universidade Harvard anunciou a abertura das inscrições para a Joan Shorenstein Fellowship, uma bolsa de estudo voltada para jornalistas, acadêmicos, políticos e formuladores de políticas públicas. O objetivo do auxílio é apoiar pesquisas que façam a intersecção entre o campo midiático e legislativo.

A oportunidade é oferecida pelo Shorenstein Center, um laboratório de pesquisa em Comunicação e Política vinculado à Harvard Kennedy School, uma das faculdades da Universidade. A instituição foi apontada como a 5ª melhor universidade do mundo pelo QS World University Rankings, divulgado na última quarta-feira (8).

Sobre a Joan Shorenstein Fellowship

De acordo com o Shorenstein Center, a bolsa foi pensada como uma forma de “oferecer aos profissionais ocupados o tempo e os recursos necessários para pensar, pesquisar e escrever sobre questões centrais para a mídia e a política”.

Ainda segundo o departamento, a oportunidade tem duração de quatro meses, nos quais o estudante vai "participar de eventos regulares organizados pelo Centro, incluindo palestras com nomes instigantes da mídia e encontros sociais”.

Ao fim desse período, é esperado que o bolsista publique um artigo em estilo semelhante a um ensaio de revista, reportagem de jornal ou capítulo de livro, examinando a influência da mídia na política ou nas políticas públicas norte-americanas ou internacionais.

Os selecionados vão receber um auxílio de US$ 30 mil (cerca de R$ 150 mil), pagos em parcelas mensais no final de cada mês durante o decorrer do curso. As despesas de viagem e estadia não são cobertas pelo Shorenstein Center ou pela Universidade Harvard.

Quem pode se inscrever?

Desde 1986, quando foi criado, o programa já contou com centenas de estudantes, de todo o mundo. Os bolsistas anteriores incluem jornalistas de TV, rádio, mídia impressa e digital; inovadores de mídia e tecnologia; autores de não ficção; conselheiros políticos e formuladores de políticas públicas; líderes acadêmicos em áreas como pesquisa de mídia e ciência política; e analistas políticos.

Segundo o site do Centro, eles estão “comprometidos com a diversidade e incentivam ativamente inscrições de todas as origens demográficas e em todo o espectro político”.

Podem se inscrever:

  • Jornalistas: Repórteres, editores, colunistas, produtores, executivos de mídia e afins, com um mínimo de cinco anos de experiência em tempo integral em veículos de notícias profissionais ou como freelancer em tempo integral (não incluindo trabalhos concluídos como estudante universitário);
  • Políticos: Pessoas que fizeram campanha e foram eleitas para cargos nacionais ou estaduais ou profissionais de comunicação dentro da política, como, por exemplo, redatores de discursos e assessores de imprensa.
  • Acadêmicos: Professores empregados por faculdades, universidades ou instituições de pesquisa em Ciência Política, Comunicação Política, Jornalismo ou um campo relevante para as áreas de pesquisa do Shorenstein Center.
  • Formuladores de políticas públicas: funcionários de alto nível em gabinetes legislativos ou conselheiros de políticos em cargos nacionais.

Para serem elegíveis, os candidatos não devem ter recebido outra bolsa nos dois anos anteriores ao semestre de sua participação. Os aspirantes também devem comprovar fluência em inglês, apresentando as notas em testes de proficiência como o TOEFL ou o IELTS.

Além disso, é necessário estar disponível para residência em período integral em Cambridge, no estado de Massachusetts, nos Estados Unidos (cidade onde se situa a Universidade de Harvard) durante a duração da pesquisa.

Como se inscrever para a Joan Shorenstein Fellowship?

A bolsa é oferecida duas vezes por ano. O período para as inscrições na primavera norte-americana começa em julho de 2022 e vai até o dia 7 de setembro de 2022. Além dessa janela, há também as candidaturas feitas no outono dos Estados Unidos, que, normalmente, se encerram em meados de março.

Para conferir mais informações e acompanhar o processo de abertura das inscrições, você pode acessar o site (em inglês) do Shorenstein Center, clicando aqui.

 

Dicas de carreira, vagas e muito mais

Você já conhece a newsletter da Exame Academy? Você assina e recebe na sua caixa de entrada as principais notícias da semana sobre carreira e educação, assim como dicas dos nossos jornalistas e especialistas.

Toda terça-feira, leia as notícias mais quentes sobre o mercado de trabalho e fique por dentro das oportunidades em destaque de vagas, estágio, trainee e cursos. Já às quintas-feiras, você ainda pode acompanhar análises aprofundadas e receber conteúdos gratuitos como vídeos, cursos e e-books para ficar por dentro das tendências em carreira no Brasil e no mundo.

Inscreva-se e receba por e-mail dicas e conteúdos gratuitos sobre carreira, vagas, cursos, bolsas de estudos e mercado de trabalho.