Acompanhe:
seloCarreira

"Engenheiro, melhor que você": Mulher que ofendeu fiscal no Rio é demitida

Taesa, companhia do setor de energia, emitiu nota para se posicionar sobre o caso e anunciou o desligamento da funcionária

Modo escuro

Continua após a publicidade
"Cidadão, não! Engenheiro civil, formado, melhor do que você": mulher ofende fiscal da Prefeitura do Rio de Janeiro (TV Globo/Reprodução)

"Cidadão, não! Engenheiro civil, formado, melhor do que você": mulher ofende fiscal da Prefeitura do Rio de Janeiro (TV Globo/Reprodução)

D
Da Redação

Publicado em 6 de julho de 2020 às, 14h19.

Última atualização em 6 de julho de 2020 às, 17h05.

A empresa de energia Taesa anunciou, nesta segunda-feira, 6, a demissão de uma funcionária que se envolveu em uma polêmica após aparecer no programa Fantástico, da TV Globo, no domingo, 5.

A reportagem mostrava as ações de fiscalização comandadas pela Prefeitura do Rio de Janeiro para evitar as aglomerações que vêm ocorrendo na cidade desde a semana passada, quando os bares e restaurantes deram início a seus processos de reabertura.

Em uma das cenas, Flávio Graça, superintendente de educação em vigilância sanitária, fiscalização e controle de zoonoses do município, é ofendido por um casal heterossexual no momento da fiscalização. Aparentemente, ao se referir ao homem como “cidadão”, Graça é interrompido pela mulher, que diz “Cidadão, não! Engenheiro civil, formado, melhor do que você.”

A cena viralizou nas redes sociais e acabou causando a demissão da mulher, que trabalhava na Taesa.

Em nota, a empresa afirma ter comprometimento com a segurança e a saúde de seus empregados e da sociedade, e que, desde o início da pandemia, investiu em iniciativas para proteger as pessoas. O comunicado diz, ainda, que a organização decidiu pela imediata demissão da então funcionária por desrespeito à política vigente na empresa.

Veja a nota na íntegra

A Taesa é uma companhia comprometida com a segurança e a saúde não apenas de seus empregados, mas também com o bem-estar de toda a sociedade. Desde o início da pandemia da covid-19, a Taesa implementou inúmeras iniciativas para proteger a saúde de seus profissionais e seus familiares, como o home office para 100% de seu quadro administrativo, e a adoção de diversas outras medidas de proteção para as equipes que operam em campo.

A companhia não compactua com qualquer comportamento que coloque em risco a saúde de outras pessoas ou com atitudes que desrespeitem o trabalho e a dignidade de profissionais que atuam na prevenção e no controle da pandemia.

A Taesa tomou conhecimento do envolvimento de uma de suas empregadas em um caso de desrespeito às leis que visam reduzir o risco de contágio pelo novo coronavírus e compartilha a indignação da sociedade em relação a este lamentável episódio, sobretudo em um momento no qual o número de casos da doença segue em alta no Brasil e no mundo.

A Taesa ressalta que segue respeitando o isolamento e as mais rigorosas regras de prevenção ao coronavírus e que a empregada em questão desrespeitou a política vigente na empresa. Diante dos fatos expostos, a Taesa decidiu por sua imediata demissão.

Últimas Notícias

Ver mais
Aniversário do Rio de Janeiro: Por que a celebração não é feriado?
Pop

Aniversário do Rio de Janeiro: Por que a celebração não é feriado?

Há um dia

Polícia Civil do Rio faz ação contra lavagem de dinheiro de milícia
Brasil

Polícia Civil do Rio faz ação contra lavagem de dinheiro de milícia

Há um dia

Complexo do Alemão contará com observatório do clima
ESG

Complexo do Alemão contará com observatório do clima

Há 4 dias

Censo 2022: Rio de Janeiro é o estado com maior proporção de condomínios do Brasil
Brasil

Censo 2022: Rio de Janeiro é o estado com maior proporção de condomínios do Brasil

Há 6 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais