• AALR3 R$ 20,13 -0.20
  • AAPL34 R$ 68,52 1.72
  • ABCB4 R$ 16,65 0.79
  • ABEV3 R$ 14,21 1.21
  • AERI3 R$ 3,75 5.04
  • AESB3 R$ 10,92 0.74
  • AGRO3 R$ 31,36 0.58
  • ALPA4 R$ 22,15 4.04
  • ALSO3 R$ 18,85 -0.79
  • ALUP11 R$ 26,51 -2.07
  • AMAR3 R$ 2,58 1.57
  • AMBP3 R$ 32,48 4.47
  • AMER3 R$ 21,50 -1.78
  • AMZO34 R$ 3,43 5.09
  • ANIM3 R$ 5,66 3.47
  • ARZZ3 R$ 81,38 2.42
  • ASAI3 R$ 16,30 3.69
  • AZUL4 R$ 20,95 4.38
  • B3SA3 R$ 12,43 4.37
  • BBAS3 R$ 37,45 -0.32
  • AALR3 R$ 20,13 -0.20
  • AAPL34 R$ 68,52 1.72
  • ABCB4 R$ 16,65 0.79
  • ABEV3 R$ 14,21 1.21
  • AERI3 R$ 3,75 5.04
  • AESB3 R$ 10,92 0.74
  • AGRO3 R$ 31,36 0.58
  • ALPA4 R$ 22,15 4.04
  • ALSO3 R$ 18,85 -0.79
  • ALUP11 R$ 26,51 -2.07
  • AMAR3 R$ 2,58 1.57
  • AMBP3 R$ 32,48 4.47
  • AMER3 R$ 21,50 -1.78
  • AMZO34 R$ 3,43 5.09
  • ANIM3 R$ 5,66 3.47
  • ARZZ3 R$ 81,38 2.42
  • ASAI3 R$ 16,30 3.69
  • AZUL4 R$ 20,95 4.38
  • B3SA3 R$ 12,43 4.37
  • BBAS3 R$ 37,45 -0.32
Abra sua conta no BTG

As 20 melhores escolas de negócios em 2017, segundo o FT

Novo ranking do jornal "Financial Times" aponta os melhores cursos abertos para executivos. Escola brasileira mais bem classificada aparece na 15ª posição
 (Thinkstock/kasto80)
(Thinkstock/kasto80)
Por Claudia GaspariniPublicado em 15/05/2017 15:00 | Última atualização em 16/05/2017 09:33Tempo de Leitura: 13 min de leitura

São Paulo — Um novo ranking divulgado pelo jornal “The Financial Times” aponta a suíça IMD como a melhor escola de negócios no quesito "programas abertos". A instituição, que também é a melhor no quesito “metodologia de ensino”, ocupa o topo dessa lista desde 2012.

O 2º e o 3º lugares também foram ocupados por escolas que tiveram essas mesmas respectivas classificações em 2016: a espanhola IESE Business School e a norte-americana Harvard Business School.

Para elaborar o levantamento, o FT avalia mais de 15 fatores, tais como metodologia de ensino,  qualidade dos professores, instalações físicas, qualidade e diversidade do corpo discente e proporção de alunos estrangeiros.

A escola brasileira mais bem classificada no ranking foi a Fundação Dom Cabral, que conquistou a 15ª posição. No ano passado, ela ocupava a 17ª colocação. A única outra instituição nacional que também aparece na lista é o Insper, que ficou em 54º lugar tanto em 2017 quanto em 2016.

Para Jean-François Manzoni, presidente da escola que conquistou o 1º lugar, a repetição do resultado pela 6ª vez consecutiva reflete a missão da instituição. “A presença contínua da IMD no topo do ranking é um testemunho do nosso esforço contínuo de criar aprendizado real e impacto real por meio do desenvolvimento de líderes”, afirma ele em nota.

Já a IESE Business School, que ficou em 2º lugar no ranking de programas abertos e em 1º na lista dos programas sob medida, destaca que foi a instituição que chegou mais perto da liderança absoluta nos dois rankings desde a criação do levantamento, em 1999.

“Acreditamos que desenvolver líderes envolve a combinação destes elementos: um alto nível de personalização que incorpora as últimas inovações acadêmicas e tecnológicas, o conhecimento e a pesquisa de professores altamente envolvidos no aprendizado dos alunos e empresas, e uma experiência verdadeiramente global”, diz em nota Mireia Rius, reitora associada da IESE.

Confira a seguir as 20 instituições mais bem classificadas neste ano: