Senadores repercutem discurso de despedida de presidente do TSE nas redes

Passagem de Lula pelo Ceará impulsiona redes de deputado petista
Ranking produzido pelo Instituto FSB Pesquisa mede a popularidade dos parlamentares nas redes sociais (Agência Brasil/Marcello Casal Jr)
Ranking produzido pelo Instituto FSB Pesquisa mede a popularidade dos parlamentares nas redes sociais (Agência Brasil/Marcello Casal Jr)
Por BússolaPublicado em 23/02/2022 11:37 | Última atualização em 23/02/2022 12:17Tempo de Leitura: 3 min de leitura

O discurso de despedida do ministro Luís Roberto Barroso da presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na semana passada, com críticas a ações que buscam desacreditar o sistema de votação, causou reações indignadas dos aliados do presidente Jair Bolsonaro. Um deles foi o senador Luiz do Carmo (MDB-GO), que usou as redes sociais para queixar-se da fala do magistrado. A série de posts sobre o tema conquistou mais de 20 mil curtidas no Twitter e o catapultou ao nono lugar do ranking FSBinfluênciaCongresso, que aponta os 15 integrantes do Senado mais populares no ambiente online.

O ranking, produzido pelo Instituto FSB Pesquisa, mede a popularidade dos parlamentares nas redes sociais.

O assunto também movimentou as redes de Lasier Martins (Podemos-RS), autor de proposta de emenda à Constituição para mudar a forma de escolha dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Post no Facebook em que ele defende o fim da vitaliciedade dos integrantes da Corte conquistou mais de 8,6 mil curtidas, 804 comentários e 670 compartilhamentos. Com o debate desse e de outros temas polêmicos, como a redução de gastos de instituições públicas, ele subiu 23 colocações e se posicionou em 12º no levantamento.

Entre os líderes do ranking, Marcos Rogério (PL-RO) foi quem subiu mais degraus (sete) e tirou o segundo lugar de Humberto Costa (PT-PE). O petista recuou para terceiro lugar. Flávio Bolsonaro (PL-RJ), por sua vez, conseguiu sustentar o título de senador campeão das redes sociais ao manter a forte atuação das duas semanas anteriores. O Podemos é o partido com mais integrantes na seleta lista, com cinco representantes. É seguido por PL e PT, com três nomes cada um.

Câmara

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é figura constante em publicações de parlamentares do PT. Com sua visita ao Ceará, na semana passada, no entanto, ele passou a dominar as redes sociais do deputado José Guimarães (PT-CE), que recheou seus perfis com imagens e falas de cada passo do petista no estado. Os posts, que atraíram milhares de interações, associados à postagem intensa do parlamentar foram responsáveis por levá-lo ao alto do ranking FSBinfluênciaCongresso. Ele avançou 23 posições e conquistou o oitavo lugar entre os 20 mais populares da Câmara dos Deputados no ambiente virtual.

No espectro ideológico oposto, Capitão Alberto Neto (Republicanos-AM) foi outro que experimentou o sucesso online na última semana. Ex-integrante da Polícia Militar do Amazonas, ele subiu 16 colocações entre 15 e 21 de fevereiro ao postar sobre segurança pública, seu tema predileto. Marco Feliciano (PL-SP) e André Janones (Avante-MG) também se moveram velozmente rumo ao topo do levantamento, ao ganharem oito e cinco posições, respectivamente.

O pelotão de frente, ao contrário, manteve-se inalterado, sob domínio da bancada do PSL. Cinco deputados da legenda, liderados por Carla Zambelli (PSL-SP), ocupam os primeiros lugares, sem qualquer mudança em relação ao período anterior analisado. O partido, com sete integrantes, continua a ser o que mais possui representantes na lista. O PT, com quatro filiados, está em segundo no ranking das siglas partidárias.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | LinkedInTwitter | Facebook | YouTube

Veja também