Live icon 

ELEIÇÕES 2022:  

Lula e Bolsonaro vão disputar o segundo turno Veja agora.

Um conteúdo Bússola

OEC lança programa e podcast para acelerar a inovação aberta

Iniciativa visa fomentar a busca por soluções criativas para ampliar a produtividade e ação ESG no setor de construção pesada
Claudio Cardoso será o curador do podcast (Youtube/Reprodução)
Claudio Cardoso será o curador do podcast (Youtube/Reprodução)
B
Bússola

Publicado em 13/07/2022 às 13:50.

Última atualização em 13/07/2022 às 14:05.

A OEC lançou o seu programa de inovação aberta, o OEC IN. A novidade vem acompanhada pelo lançamento de um podcast, batizado de Conexão OEC, que vai reunir especialistas da área para contar suas histórias de desafios, sucessos e percalços no mundo da inovação, sempre que possível tendo como pano de fundo a construção pesada, área de atuação da companhia, que vê grandes oportunidades e possibilidades oriundas da atuação de construtechs e outras startups neste mercado.

O OEC IN e o Conexão OEC foram concebidos após mais de seis meses de trabalho intenso de engenheiros e especialistas da construtora, juntamente com parceiros externos, para formatar a nova tese de inovação da OEC, trabalho que contou com o apoio da Altavive, consultoria especializada em inovação e comunicação que atuou na concepção, entre outros cases, do InovaBra Habitat, o ecossistema de inovação do banco Bradesco, onde a OEC está presente com duas posições fixas.

Claudio Cardoso, fundador da Altavive, com pós-doutorado em comunicação pela USP e professor titular aposentado da Universidade Federal da Bahia, será o curador e apresentador do podcast Conexão OEC, que vai proporcionar à audiência do programa o contato com temas que são tendência em inovação, novas tecnologias, transformação digital e experiências nunca antes relatadas vividas em grandes obras. Inicialmente, o programa terá periodicidade mensal com  conteúdo  disponibilizado nos canais da OEC no Spotify e no YouTube.

O primeiro episódio está no ar. Com o tema “Um novo olhar para a inovação”, traz um bate-papo com o engenheiro civil Carlos Hermanny Filho, ex-diretor de engenharia, inovação e sustentabilidade da OEC, um especialista com mais de 40 anos de vivência no setor. Atualmente, Hermanny é consultor e apoia a OEC na gestão e acompanhamento do pipeline de oportunidades da construtora, assessorando a elaboração de estudos e propostas.

OEC IN

O programa institucional da OEC tem o objetivo de conceber soluções para os desafios enfrentados nos canteiros e escritórios da empresa. Ele foi estruturado com base em quatro vertentes: desenvolver uma cultura interna voltada para a mobilização e engajamento; conectar a OEC ao ecossistema de inovação aberta; oferecer apoio técnico em processos de atualização tecnológica, gestão do conhecimento e transformação digital; e posicionar a OEC como protagonista que fomenta e integra a inovação em seu setor de atuação.

De acordo com Daniel Lepikson, líder da área de Inovação da OEC, o programa foi concebido com um objetivo claro. “Apesar de já termos apresentado inúmeras ações inovadoras em nossos projetos, algumas, inclusive, que nos levaram a ser a escolha dos clientes, não tínhamos até agora um programa institucional para fomentar essas iniciativas de forma empírica e com método de influência e tutela do conhecimento, mobilizando o ecossistema de inovação aberta. Com o OEC IN, além de estimular as nossas equipes a buscar novas metodologias, tecnologias, material, processos, vamos proporcionar a guarda e disseminação destas informações, ampliando sua aplicação nos canteiros”, afirma.

Novo modelo

O OEC IN nasce com um grupo fixo de coordenação, que é responsável por articular prioridades com as demais áreas da empresa e atuar como facilitador no desenvolvimento de soluções e desafios de inovação para oportunidades identificadas. Uma vez visualizada uma oportunidade, são formados Grupos de Trabalho (GTs) - estruturas temporárias que se organizam espontaneamente, inspiradas no conceito das “mesas ágeis”. Trata-se de pequenas equipes multidisciplinares integradas por pessoas com diferentes habilidades, trabalho colaborativo e um objetivo comum. Estes GTs duram o tempo necessário até o encaminhamento e entrega da solução pretendida.

O Comitê de Inovação, por sua vez, é a estrutura diretiva do programa. Formado por lideranças e representantes das áreas corporativas, ele desempenha as funções de avaliação e priorização de projetos, mobilizando os recursos técnicos e financeiros necessários.

Case vencedor

A OEC sempre foi reconhecida por sua capacidade de desenvolver metodologias construtivas e inovadoras. Recentemente recebeu o prêmio InovaInfra, oferecido pela revista O Empreiteiro, por uma solução implementada no assentamento de tubos em aço carbono na obra do novo Sistema de Abastecimento de Montes Claros, realizada para a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa). A nova metodologia desenvolvida pela OEC aumentou em 28% a produtividade e proporcionou uma redução de 19% no custo de assentamento dos tubos na obra, superando o desempenho dos métodos convencionais, o que permitiu que fosse atingido o marco de 1,27 quilômetro de adutora assentado em apenas um turno de trabalho.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

Hugo Tadeu: Crenças limitantes ao inovar

Por que grandes empresas devem investir em hubs de startups

Como a convivência com startups mais maduras ajuda na evolução do negócio