Movimento reúne artistas para engajar jovens na profissão professor

Projeto aposta no poder das redes sociais para ressignificar a carreira docente e mobilizar estudantes para a profissão
34% dos jovens já consideraram ser professor, mas desistiram, aponta pesquisa (Getty Images/Klaus Vedfelt)
34% dos jovens já consideraram ser professor, mas desistiram, aponta pesquisa (Getty Images/Klaus Vedfelt)
Por BússolaPublicado em 07/04/2022 21:20 | Última atualização em 07/04/2022 20:45Tempo de Leitura: 3 min de leitura

O engajamento dos jovens para a profissão docente não é o mais expressivo: 34% dos jovens já consideraram ser professor, mas desistiram, resultando em apenas 5% dos entrevistados com interesse em trabalhar com educação. Esses dados partiram de uma investigação para entender melhor o que os jovens pensam sobre a carreira de professor, realizada pelo Instituto Península e o Movimento Profissão Docente em 2021. A pesquisa “A percepção dos jovens sobre a profissão docente” ouviu 1.600 estudantes do Ensino Médio, Técnico e Magistério sobre a profissão e a carreira.

Para mudar este cenário, o Movimento Professor Docente, com o apoio do Instituto Península, Instituto Unibanco, Instituto Natura, Fundação Lemann e Itaú Social lança o SegueOsProfes, um projeto de mobilização que visa potencializar o prestígio da profissão professor, disseminar informações relevantes sobre o tema e apresentar aos estudantes as oportunidades que a carreira oferece.

Para Haroldo Rocha, coordenador geral do Movimento Profissão Docente, ainda que haja impacto em um bom professor na vida de pessoas na fase escolar, e o quanto esses profissionais sejam essenciais para o desenvolvimento da sociedade, a profissão não é suficientemente atrativa para os jovens brasileiros.

“Nosso desafio é atrair e engajar os jovens para a escolha da carreira docente”, declara Haroldo.

Pelas redes sociais, o projeto busca dialogar com os jovens que estão no Ensino Médio — uma fase muito importante na vida dos estudantes, pois marca a escolha profissional. “A ideia é levar o ‘SegueOsProfes’ para o Instagram, TikTok e Twitter justamente para chamar a atenção desse público com provocações que os façam refletir sobre seus futuros”, diz o coordenador.

De acordo com ele, o projeto visa abrir espaço de debate para que os jovens explorem seus interesses e, com isso, mostrar a carreira de professor, derrubar mitos, falar dos potenciais dessa profissão e o quanto ela pode ser promissora.

Para realizar ações que atinjam e atraiam os jovens, o projeto convidou artistas que tiveram a carreira impulsionada e inspirada pela atuação de professores ao longo da vida. A ação “feat. dos feats” traz artistas e professores que vão contribuir com relatos sobre suas realidades e afinidades com a profissão, mostrando como foram suas trajetórias e de que forma se descobriram na carreira.

Por meio dessas experiências compartilhadas, o “SegueOsProfes” busca criar uma conexão com a realidade dos jovens, mostrando que bons professores geram impacto nas próximas gerações e, consequentemente, no futuro de um país.

A próxima fase do projeto trará conteúdos voltados para os gestores e professores, com atividades, reflexões e dinâmicas para inspirá-los a abordarem a temática na sala de aula, para que os jovens se vejam protagonistas do planejamento de seus futuros e se vejam aptos a realizações em prol de seu projeto de vida.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | LinkedinTwitter | Facebook | Youtube

Veja também

Como lidar com a escassez de profissionais tech na era mais tecnológica

É preciso enxergar o varejo pelo filtro da geração Z

Como a construção de metas pode ajudar na conquista de objetivos