Bússola
Um conteúdo Bússola

Estratégia ESG da TIM transformou a empresa na primeira operadora a fazer parte do Procon Racial

40% dos funcionários da empresa são negros. Objetivo agora é aumentar percentual de pretos em cargos de liderança

Luiz Gustavo Tozo, diretor comercial da TIM, Luiz Orsatti Filho, diretor executivo Procon SP e José Vicente, reitor da Universidade Zumbi dos Palmares, durante solenidade de adesão da TIM ao Procon Racial. (TIM/Divulgação)

Luiz Gustavo Tozo, diretor comercial da TIM, Luiz Orsatti Filho, diretor executivo Procon SP e José Vicente, reitor da Universidade Zumbi dos Palmares, durante solenidade de adesão da TIM ao Procon Racial. (TIM/Divulgação)

Bússola
Bússola

Plataforma de conteúdo

Publicado em 15 de maio de 2024 às 10h00.

Nesta segunda-feira (13), a TIM se tornou a primeira empresa de telecomunicação a fazer parte do Procon Racial

A iniciativa do Procon-SP, órgão paulista de defesa do consumidor, visa unir empresas interessadas em participar de ações para a prevenção e o combate a situações de racismo nas relações de consumo.

  • A data da cerimônia oficial de integração coincidiu com o Dia da Abolição da Escravatura

Segundo a TIM, a adesão reforça o compromisso de promover diversidade e inclusão racial, valores fundamentais para sua cultura corporativa.

Com a nova parceria, a empresa ampliará a capacitação dos times de atendimento ao público por meio de um novo curso de letramento, em parceria com a Universidade Zumbi dos Palmares.

Metas da estratégia ESG da TIM

Na versão mais recente do Relatório ESG da operadora, publicado em 2023, as metas que devem ser alcançadas até 2025 incluem:

  • Chegar a uma proporção de 40% de pessoas negras entre os colaboradores.
  • Alcançar uma proporção de 25% de pessoas negras em posições de liderança.

Uma delas já foi alcançada: atualmente a operadora conta com 41% de pessoas negras em seu quadro profissional. Em 2022, eram 37%.

  • As pessoas negras ocupam 20% dos cargos de liderança da empresa.

O principal responsável pelo avanço dessas metas é o programa TIM Pérolas Negras, que já registrou a participação de mais de 1000 colaboradores em ações educacionais e para a evolução da cultura inclusiva.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Acompanhe tudo sobre:TIMDesigualdade social

Mais de Bússola

Enchentes no RS: JBS, Petlove e outras 9 empresas ajudam vítimas da tragédia

Caio Galantini: a inteligência artificial não tem vida própria 

Mercado de apostas: o que muda com a nova portaria de pagamentos?

Fátima Lima: Maio Amarelo e a urgência de conscientização sobre os perigos do celular ao volante

Mais na Exame