Bússola
Um conteúdo Bússola

ESG: como conseguir o selo Pró-Equidade de Gênero e Raça para sua empresa

Estão abertas as inscrições para a sétima edição do programa que já impactou mais de 1 milhão de colaboradores e colaboradoras

Concept of the human chain and solidarity with a group of aligned people who join hands to show that unity is strength. (Pict Rider/Getty Images)

Concept of the human chain and solidarity with a group of aligned people who join hands to show that unity is strength. (Pict Rider/Getty Images)

Bússola
Bússola

Plataforma de conteúdo

Publicado em 12 de abril de 2024 às 10h00.

Tudo sobreAmbiente de trabalho
Saiba mais

Março deste ano foi um mês de reflexão e reforço das ideias e ações que visam a equidade de gênero

  • No Dia Internacional das Mulheres o IBGE publicou um levantamento que mostra que elas ocupam apenas 39% dos cargos gerenciais no Brasil, mas ganham cerca de 20% menos.

Para as empresas compromissadas com a equidade de gênero, e de raça também, existem programas do governo que podem ajudar. 

Com inscrições abertas para sua sétima edição, o Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça, do Ministério das Mulheres, oferece uma oportunidade para implementar ações concretas e receber uma certificação por elas.

Só na sua sexta edição, o programa impactou mais de 1 milhão de colaboradores de diferentes instituições.

Como funciona?

As empresas inscritas devem desenvolver um plano de ação com ações para promover a equidade de gênero e raça de forma transversal dentro da organização.

O plano deve ser executado em um prazo máximo de dois anos, a partir de dois eixos:

  • Gestão de Pessoas 
  • Cultura Organizacional

Em abril de 2026, após a execução do plano, as empresas deverão apresentar um relatório final com os resultados alcançados.

O Ministério das Mulheres anunciará as empresas que se destacaram em maio de 2026 e, em junho do mesmo ano, realizará a cerimônia de entrega do Selo Pró-Equidade de Gênero e Raça.

Como minha empresa pode participar?

Para aderir ao programa é preciso preencher a ficha disponível nesta página e enviar um e-mail para programaproequidade@mulheres.gov.br

  • Podem participar empresas com 100 ou mais empregadas/os.
  • As inscrições podem ser feitas até o dia 30 de abril. 

Mas o programa contribui mesmo para o avanço da equidade?

Ao longo de seis edições, o programa contou com a participação de 191 organizações e empresas de diferentes setores, tanto públicas como privadas. 

Entre as ações implementadas pelas participantes, se destacam:

  • Adequação de uniformes e EPIs para mulheres; 
  • A criação de mecanismos para promoção de carreiras e ascensão profissional; 
  • Incentivo à entrada de mulheres em áreas tecnológicas
  • Adoção de linguagem inclusiva nas documentações da empresa/organização; 
  • Garantia da presença de mulheres negras nas peças publicitárias, entre outras. 

Em cada uma das edições, mais de 60% das organizações inscritas receberam o selo.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Acompanhe tudo sobre:MulheresEquidade racial

Mais de Bússola

Em ano de eleição, como a população pode contribuir para evitar os eventos climáticos extremos?

Gestão Sustentável: como fazer um bom relatório ESG

Ele começou com 12 anos e um secador achado no lixo. Hoje seu salão fatura R$ 4 mi ao ano

3 dicas para escolher a profissão certa

Mais na Exame