Um conteúdo Bússola

E os seus dados de saúde, como vão?

Inteligência artificial começa a ser aplicada na área da saúde, mas gestão de dados ainda é um desafio
A gestão e a garantia da privacidade na área da saúde estão na ordem do dia. (Jesus Merida/Getty Images)
A gestão e a garantia da privacidade na área da saúde estão na ordem do dia. (Jesus Merida/Getty Images)
D
Da Redação

Publicado em 10/05/2021 às 16:36.

Última atualização em 10/05/2021 às 18:38.

Por Érica Abe*

Já pensou em saber se está positivo para covid-19 apenas por meio da sua voz? A revolução da inteligência artificial já chegou na área da saúde e são várias as aplicações atuais. Os exemplos vão desde diagnóstico por voz até o planejamento de cirurgias por meio de biomodelos, passando por diagnóstico por imagens e as já tão familiares teleconsultas.

E se por um lado é alentador pensar na praticidade e no ganho em escala que essa tecnologia toda pode trazer para as nossas vidas, por outro temos um grande desafio: a gestão de dados.

Sim, os dados. De novo, eles. Imagina o impacto do vazamento dessas informações. Do preço do plano de saúde à oferta de medicamentos. Da aceitação em uma vaga de emprego à decisão de se casar. Por isso, a gestão e a garantia dessa privacidade estão na ordem do dia. E se para você isso parece distante, garanto: está mais próximo do que você imagina.

Na edição desta semana do podcast Digitalize, na Bússola, a gente debate esse tema, junto com o executivo e advisor de grandes empresas Marcelo Minutti e com o consultor de Marketing Digital e CEO da Ynusitado Digital Intelligence, Denis Zanini.

Ouça:

*Érica Abe é diretora de Estratégia Digital da FSB Comunicação.

Siga Bússola nas redes: Instagram | LinkedInTwitter  |   Facebook   |  Youtube