Bússola
Um conteúdo Bússola

Como esta página motivacional virou um hub que fatura R$ 3,5 milhões

Portal projeta triplicar valor atual no próximo ano, com investimento de meio milhão de reais em capacitação, validação de método e na própria companhia

Conteúdo também chama a atenção de empresas (SanderStock/Thinkstock)

Conteúdo também chama a atenção de empresas (SanderStock/Thinkstock)

Bússola
Bússola

Plataforma de conteúdo

Publicado em 15 de junho de 2023 às 18h38.

Última atualização em 15 de junho de 2023 às 18h52.

Após quase uma década de sua criação, a página de Facebook Resiliência Humana, que, no início, divulgava mensagens voltadas para o desenvolvimento pessoal, transformou-se de maneira drástica. É hoje um hub de autoconhecimento, que por meio de lives, cursos online, livros e e-books, já impactou a vida de mais de 12 milhões de pessoas.

O portal apresenta um faturamento de R$ 3,5 milhões ao ano e quer ainda mais. Investindo em 2023 mais de meio milhão de reais em capacitação, validação de método e na própria companhia, o hub tem, segundo o seu fundador, o terapeuta e escritor Robson Hamuche, a expectativa de crescer três vezes o valor atual da empresa em 2024.

Hamuche relata que a ideia para o desenvolvimento do Resiliência Humana surgiu em 2014, quando ele, ainda proprietário de uma empresa do mercado têxtil, passava por momentos difíceis. Na ocasião, ele mesmo consumindo conteúdo direcionado a desenvolvimento pessoal, resolveu divulgar esses ensinamentos para o maior número de pessoas possível. Surgiu então o canal Resiliência Humana (RH) – que não coincidentemente levava as mesmas iniciais de seu nome – primeiramente como uma página no Facebook, depois em outras frentes, como o Instagram, Twitter e YouTube.

Pandemia

A iniciativa hoje se tornou um hub formado por uma comunidade de especialistas, que cresceu especialmente durante a pandemia de covid-19, chamando a atenção das pessoas afetadas pelo isolamento social, em busca de motivação.

O conteúdo do portal também tem despertado a atenção das empresas que buscam o hub para auxiliar seus colaboradores a enfrentar os desafios constantes de uma vida atribulada.

“As empresas entenderam que precisam cuidar da saúde mental de seus funcionários, a fim de evitar que eles partam em busca de outras oportunidades de emprego ou sofram burnout”, afirma.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

Por que os planos de gerenciamento de mudanças falham?

Benefícios: 3 a cada 10 empresas consultam colaboradores na hora de escolher um fornecedor

Profissional de RH: o missionário para encantar e engajar os colaboradores

Acompanhe tudo sobre:LiderançaRecursos humanos (RH)Bem-estar

Mais de Bússola

E se seu filho pudesse estudar empreendedorismo desde pequeno? Conheça escola que dá curso na área

Como a Arezzo&Co planeja rastrear 100% da sua cadeia de couro utilizando blockchain

Bússola Poder: Lula paga a conta de Lula e Dilma

Bússola Cultural: Festival de Inverno de Campos do Jordão chega à sua 54ª edição

Mais na Exame