Brasil

Vacinação de pessoas de 29 e 28 anos acontece em SP na semana que vem

Veja calendário de imunização na cidade; vários grupos prioritários já podem receber a primeira dose

Pessoas de 29 e 28 anos podem se vacinar na semana que vem em São Paulo (Stephane Mahe/Reuters)

Pessoas de 29 e 28 anos podem se vacinar na semana que vem em São Paulo (Stephane Mahe/Reuters)

CA

Carla Aranha

Publicado em 22 de julho de 2021 às 11h16.

Última atualização em 22 de julho de 2021 às 12h38.

Na semana que vem, será a vez de pessoas com 29 e 28 anos se vacinarem na cidade de São Paulo. A prefeitura acaba de divulgar o calendário com as novas datas de vacinação: quem tem 29 anos pode receber a imunização a partir da próxima terça, 27, seguidos pelos jovens de 28 anos a partir da quinta, 29.

Nesta quinta, 22, as unidades de saúde oferecem a vacinação para pessoas de 31 anos. Na sexta, 23, será a vez de quem completou 30 anos. A apresentação de um documento de identidade e de comprovante de residência é obrigatória.

Veja, a seguir, o calendário da vacinação em São Paulo:

  • Quinta-feira (22): 31 anos
  • Sexta-feira (23): 30 anos
  • Sábado (24): Repescagem para o grupo de 30 ou mais
  • Terça (27) e quarta-feira (28): 29 anos
  • Quinta (29) e sexta-feira (30): 28 anos

De acordo com dados da prefeitura, a população de 29 anos somam um grupo estimado em 143.861 pessoas. Já a população de 28 anos da capital paulista é composta por, aproximadamente, 145.496 adultos. Não há previsão até o momento de ampliação para novas faixas etárias ainda na semana que vem. 

Grupos prioritários também já podem ser vacinados, como maiores de 18 anos com comorbidades, pessoas com deficiências acima de 18 anos, gestantes e puérperas, aeroportuárias do aeroporto de Congonhas, aeronautas e profissionais de saúde com mais de 18 anos, entre outros.

Como informou o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido, na coletiva organizada pela prefeitura de São Paulo, na próxima segunda-feira, 26, haverá uma repescagem para as pessoas com até 30 anos e demais grupos prioritários.

O secretário também informou que a aplicação da segunda dose para 652 gestantes e puérperas que receberam a primeira dose do imunizante desenvolvido pela Universidade de Oxford e a AstraZeneca será feita a domicílio.

As aplicações ocorrem em drive-thrus, mega postos e farmácias, das 8h às 17h, e nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e AMAs/UBSs Integradas, das 7h às 19h. Para agilizar a fila, a recomendação é fazer o pré-cadastro no site Vacina Já. Além disso, é necessário levar um documento de identificação e um comprovante de residência.

Acompanhe tudo sobre:AstraZenecaCoronavírusJohnson & JohnsonPfizersao-pauloSinovac/Coronavacvacina contra coronavírusVacinas

Mais de Brasil

Operação da PF investiga invasão e uso criminoso do aplicativo E-título

Anvisa proíbe uso e comercialização de produtos à base de fenol

Nunes tem 28,5% e Boulos, 25,9%; Marçal sobe 5 pontos e empata com Tabata e Datena, diz Paraná

Passageiros causaram ao menos duas confusões por dia em voos, em 2023; Anac propõe punição

Mais na Exame