Brasil

Tempestades no RS provocam R$ 967,2 milhões em prejuízos em apenas 25 municípios, aponta CNM

Agropecuária é o setor econômico com mais prejuízos levantados somando R$ 506,8 milhões

Chuvas no Rio Grande do Sul: estado sofre com enchentes e deslizamentos  (Handout / Fraport Brazil /AFP Photo)

Chuvas no Rio Grande do Sul: estado sofre com enchentes e deslizamentos (Handout / Fraport Brazil /AFP Photo)

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 7 de maio de 2024 às 11h33.

Última atualização em 7 de maio de 2024 às 17h00.

Tudo sobreEnchentes no RS
Saiba mais

Levantamento preliminar da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) revela que as tempestades registradas desde 29 de abril no Rio Grande do Sul geraram R$ 967,2 milhões em prejuízos financeiros.

Os números contabilizam prejuízos de apenas 25 municípios que registraram os dados causados pelas enchentes na Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, do Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional, segundo a CNM.

A avaliação da confederação é que o valor tende a aumentar à medida que os demais municípios levantarem as perdas, já que a maioria ainda presta assistência emergencial e de resgate às vítimas.

A Confederação estima que 364 municípios foram afetados, sendo 336 com reconhecimento estadual e federal de calamidade pública. Destes, 188 registraram os decretos no Sistema Integrado de Informações sobre Desastres do governo federal, sendo que 151 ainda não informaram os dados e prejuízos.

A agropecuária é o setor econômico com mais prejuízos levantados somando R$ 506,8 milhões. Dos 25 municípios que auferiram os prejuízos, R$ 423,8 milhões estão relacionados à agricultura e R$ 83 milhões à pecuária.

Acompanhe tudo sobre:Rio Grande do SulChuvasMeteorologiaEnchentes no RS

Mais de Brasil

Em Porto Alegre, Defesa Civil alerta para risco de novos temporais com ‘ventos intensos’ e granizo

Ministério da Saúde amplia vacinação contra dengue; veja nova faixa etária

Reviravolta em julgamento sobre 'sobras eleitorais' pode anular eleição de sete deputados; entenda

Privatização da Sabesp será concluída em 22 de julho; veja os mais cotados para vencer a disputa

Mais na Exame