Acompanhe:

Temer deve se reunir com o seu advogado ainda hoje

Eduardo Carnelós defende Temer na denúncia por obstrução de justiça e formação de quadrilha apresentada pelo então ex-procurador Rodrigo Janot

Modo escuro

Continua após a publicidade
Temer: esta é a 2ª denúncia da PGR contra o presidente (Adriano Machado/Reuters)

Temer: esta é a 2ª denúncia da PGR contra o presidente (Adriano Machado/Reuters)

C
Carla Araújo e Tânia Monteiro, do Estadão Conteúdo

Publicado em 9 de outubro de 2017 às, 17h12.

Brasília - O presidente Michel Temer deve ter um encontro ainda nesta segunda-feira, 9, com o seu advogado, Eduardo Carnelós, para acertar os detalhes finais da sustentação oral que o defensor do presidente deve fazer na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), possivelmente amanhã.

Interlocutores do presidente que confirmaram que o encontro está sendo articulado não informaram, no entanto, se a reunião será no Palácio do Planalto ou no Jaburu, residência oficial, nem o horário que ela deve acontecer.

Carnelós defende Temer na denúncia por obstrução de justiça e formação de quadrilha apresentada pelo então Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot.

Também são acusados com o presidente os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência).

Calendário

Apesar de auxiliares do presidente reforçarem que o rito da denúncia é uma prerrogativa da Câmara, no Planalto a expectativa em torno do possível pedido de prazo do relator, o tucano Bonifácio de Andrada (MG), é vista com cautela.

Uma fonte ligada ao presidente disse que esse possível adiamento poderia ter um efeito cascata e atrasar ainda mais o calendário da votação, o que não é desejo do governo.

Ontem, em reunião no Palácio do Jaburu com ministros e líderes, Temer quis saber sobre o andamento dos trabalhos na CCJ e foi avisado que talvez a leitura do parecer pudesse ficar apenas para depois do feriado.

Segundo relatos, Temer reiterou que a decisão cabe ao presidente da CCJ, Rodrigo Pacheco, e se mostrou tranquilo, mas reforçou que gostaria de tirar essa agenda negativa da frente o quanto antes.

Auxiliares do presidente Temer já contam com obstruções e tentativas da oposição de ganhar tempo, como um pedido de vista coletivo, e dizem que será preciso respeitar o rito e torcer para que Bonifácio cumpra o prazo e faça a leitura amanhã pela manhã.

Depois do relator, os advogados de defesa terão tempo para fazer a sustentação oral.

Últimas Notícias

Ver mais
Marco temporal: PGR defende no STF inconstitucionalidade de lei aprovada pelo Congresso
Brasil

Marco temporal: PGR defende no STF inconstitucionalidade de lei aprovada pelo Congresso

Há uma semana

Ida de Bolsonaro à Embaixada da Hungria não configurou busca por asilo político, avalia PGR
Brasil

Ida de Bolsonaro à Embaixada da Hungria não configurou busca por asilo político, avalia PGR

Há uma semana

A nova direita brasileira e o pensamento econômico liberal, segundo pesquisadora da Cebrap
Brasil

A nova direita brasileira e o pensamento econômico liberal, segundo pesquisadora da Cebrap

Há 2 semanas

Simone Tebet diz que subirá em palanque de Ricardo Nunes quando Jair Bolsonaro não estiver
Brasil

Simone Tebet diz que subirá em palanque de Ricardo Nunes quando Jair Bolsonaro não estiver

Há 3 semanas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais