Senado aprova acúmulo de saldo de telefonia não utilizado

Projeto segue para votação na Câmara
Lei prevê que internet e mensagens de texto possa ser acumulado para os meses subsequentes. (DircinhaSW/Getty Images)
Lei prevê que internet e mensagens de texto possa ser acumulado para os meses subsequentes. (DircinhaSW/Getty Images)
A
Agência BrasilPublicado em 10/08/2022 às 15:25.

Foi aprovado pelo Senado nesta quarta-feira (10) um projeto (PLS 431/2018) que prevê que o saldo não utilizado das franquias de serviços de telefonia, internet e mensagens de texto possa ser acumulado para os meses subsequentes.

Analisado em caráter terminativo pela Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT) do Senado, se não houver nenhum recurso para análise no plenário da Casa, o texto irá à análise da Câmara dos Deputados.

Pela proposta a novidade entraria na Lei Geral de Telecomunicações (Lei 9.472, de 1997). O relatório do senador Acir Gurgacz (PDT-RO) foi lido na reunião da CCT pelo senador Styvenson Valentim (Podemos-RN). “Quando o usuário extrapola o limite mensal contratado ele é obrigado a adquirir pacotes adicionais. Por outro lado, quando o consumidor não utiliza integralmente as quantidades contratadas, ele perde o direito de utilizar os saldos no futuro, o que não é justo”, diz o relatório de Gurgacz.]

Veja também: 

Bolsonaro declara R$ 2,3 milhões em bens ao TSE

Filha é presa por golpe de R$ 720 milhões contra mãe de 82 anos; quadros famosos foram recuperados