Acompanhe:

Salles sugeriu aproveitar pandemia para "passar a boiada" no Meio Ambiente

Ministro do Meio Ambiente afirmou que havia um "momento de tranquilidade no aspecto de cobertura de imprensa", devido ao novo coronavírus

Modo escuro

Continua após a publicidade
Ricardo Salles: ministro do Meio Ambiente sugeriu que agora é o momento para mudar regulamentações (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Ricardo Salles: ministro do Meio Ambiente sugeriu que agora é o momento para mudar regulamentações (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

E
Estadão Conteúdo

Publicado em 22 de maio de 2020 às, 18h10.

Última atualização em 22 de maio de 2020 às, 19h20.

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, sugeriu que o governo deveria aproveitar a atenção da imprensa na pandemia do novo coronavírus para aprovar "reformas infralegais de desregulmantação e simplificação" na área do meio ambiente e "ir passando a boiada".

A fala foi dada durante a reunião ministerial divulgada pelo ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), nesta sexta-feira.

"Então pra isso precisa ter um esforço nosso aqui enquanto estamos nesse momento de tranquilidade no aspecto de cobertura de imprensa, porque só fala de covid e ir passando a boiada e mudando todo o regramento e simplificando normas", disse o ministro, segundo o documento divulgado pelo Supremo.

Salles afirmou que o governo tinha a "oportunidade" de passar reformas infralegais, enquanto a imprensa estava dando "um pouco de alívio nos outros temas", já que estava focada na cobertura da pandemia.

O ministro do Meio Ambiente diz ainda que seria difícil conseguir o apoio do Congresso Nacional para aprovar as mudanças neste momento, mas que muitas das reformas não precisariam do aval dos parlamentares.

"Agora tem um monte de coisa que é só, parecer, caneta, parecer, caneta. Sem parecer também não tem caneta, porque dar uma canetada sem parecer é cana", defende.

Salles afirmou ainda que era necessário deixar o advogado-geral da União, na época André Luiz de Almeida Mendonça, de prontidão, para eventuais contestações do governo na Justiça.

"Então pra isso nós temos que tá com a artilharia da AGU preparada pra cada linha que a gente avança ter uma coi ... mas tem uma lista enorme, em todos os ministérios que têm papel regulatório aqui, pra simplificar", afirmou.

Últimas Notícias

Ver mais
Banco Mundial alerta para horizonte 'sombrio' e maior disparidade de renda em países pobres
Economia

Banco Mundial alerta para horizonte 'sombrio' e maior disparidade de renda em países pobres

Há 2 dias

Emissões de gases de efeito estufa do Japão caem e chegam ao menor nível desde 1990
ESG

Emissões de gases de efeito estufa do Japão caem e chegam ao menor nível desde 1990

Há 5 dias

Anvisa proíbe venda de álcool 70% em supermercados e farmácias
Brasil

Anvisa proíbe venda de álcool 70% em supermercados e farmácias

Há uma semana

Apesar dos avanços no Brasil, desmatamento se mantém 'obstinadamente' alto no mundo
ESG

Apesar dos avanços no Brasil, desmatamento se mantém 'obstinadamente' alto no mundo

Há uma semana

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais