Brasil

Rua desmorona em Gramado, na Serra Gaúcha, após fortes chuvas

O asfalto cedeu com a infiltração do solo, afetando também a estrutura de residências

Chuvas no RS: rua desmorona em Gramado, na Serra Gaúcha (NELSON ALMEIDA/AFP)

Chuvas no RS: rua desmorona em Gramado, na Serra Gaúcha (NELSON ALMEIDA/AFP)

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 13 de maio de 2024 às 11h47.

Última atualização em 13 de maio de 2024 às 11h51.

Tudo sobreEnchentes no RS
Saiba mais
Uma rua de Gramado, município da Serra Gaúcha, desmoronou neste domingo, 12, em decorrência da sequência de chuvas que atinge o Rio Grande do Sul. O asfalto cedeu com a infiltração do solo, afetando também a estrutura de residências.

A Rua Henrique Bertoluci fica no bairro Piratini, perto do centro da cidade. É uma das áreas que tiveram ordem de evacuação pela prefeitura em razão do risco de acidentes. Segundo a administração municipal, Gramado tem 16 pontos com necessidade de evacuação.

Como muitas pessoas ainda circulavam no bairro onde ocorreu o desmoronamento, algumas áreas de risco foram isoladas por tapumes no fim de semana. Segundo a prefeitura, algumas casas começaram a colapsar com o aumento das chuvas.

"A gente compreende como é difícil sair da nossa casa, mas esse momento exige isso", alertou o prefeito Nestor Tissot (PP) em vídeo publicado em redes sociais. As autoridades também pedem que a população não circule nessas áreas para fazer fotos ou vídeos, e que saia de casa somente quando necessário.

Desde o início dos temporais, sete pessoas morreram em Gramado por causa de deslizamentos. A cidade tem quase mil desalojados e desabrigados.

Em todo o Rio Grande do Sul morreram 147 pessoas devido ao desastre climático. O estado ainda tem 127 pessoas desaparecidas. Entre desalojados e pessoas em abrigos já são mais de 619 mil.

Acompanhe tudo sobre:Rio Grande do SulChuvasEnchentes no RS

Mais de Brasil

Professores decidem manter greve nas universidades federais após nova oferta do governo Lula

Ao lado de Bolsonaro, Tarcísio e provável vice, Nunes diz que chapa será anunciada na semana que vem

FAB encerra neste sábado recebimento de doações ao Rio Grande do Sul

Censo 2022: Brasil tem 106,8 milhões de endereços, um aumento de 19,5% em relação ao Censo anterior

Mais na Exame