Brasil

Rio de Janeiro distribui doses de vacina bivalente contra a covid-19

Inicialmente, público-alvo são idosos e pessoas com deficiência

Vacina: inicialmente, o público-alvo dessa vacina são pessoas com maior risco de desenvolver formas graves da doença (Vladimir Platonow/Agência Brasil)

Vacina: inicialmente, o público-alvo dessa vacina são pessoas com maior risco de desenvolver formas graves da doença (Vladimir Platonow/Agência Brasil)

Agência Brasil
Agência Brasil

Agência de notícias

Publicado em 24 de fevereiro de 2023 às 12h26.

O estado do Rio de Janeiro começou a distribuir doses da vacina de reforço bivalente contra a covid-19. Nessa primeira leva, cuja distribuição começou ontem (23), são 243.360 doses do imunizante, segundo a Secretaria Estadual de Saúde.

Inicialmente, o público-alvo dessa vacina são pessoas com maior risco de desenvolver formas graves da doença, como idosos acima de 70 anos e pessoas com deficiência. A previsão é de que a vacinação comece na segunda-feira (27), de acordo com calendário do Ministério da Saúde.

“A Secretaria de Estado está enviando para todos os municípios as doses dessa vacina atualizada, que já vai pegar as novas variantes, como a Ômicron”, explicou o secretário Doutor Luizinho.

“Vamos vacinar todos contra a covid-19 a partir de segunda-feira, paulatinamente, a partir dos maiores de 70 e assim vai sucessivamente, com gestantes, depois com pessoas com mais de 60 anos, indígenas, trabalhadores de saúde. Vamos informando à nossa população a data e disponibilidade de vacinas.”
De acordo com o governo estadual, o reforço com a vacina bivalente pode ser tomado quatro meses depois da última dose de reforço ou da segunda dose do esquema com vacinas monovalentes.

Dados da Secretaria mostram que, entre os idosos com 70 anos ou mais, 81% receberam a primeira dose de reforço, mas apenas 55% voltaram para a segunda dose de reforço. Do total da população do estado, 13,12 milhões tomaram as duas primeiras doses da vacina, mas dentre esses, 5,64 milhões não voltaram aos postos para tomar as doses de reforço.

Acompanhe tudo sobre:CoronavírusRio de Janeirovacina contra coronavírus

Mais de Brasil

Manifestantes contrários ao PL Antiaborto voltam a ocupar ruas

Nova bolsa de valores, 'epicentro' de data centers e inovação: as apostas do Rio para crescer

Em Porto Alegre, Defesa Civil alerta para risco de novos temporais com ‘ventos intensos’ e granizo

Ministério da Saúde amplia vacinação contra dengue; veja nova faixa etária

Mais na Exame