Abstenção nas eleições: 32,7 milhões de eleitores não foram às urnas no primeiro turno

Este número representa cerca de 20,9% do eleitorado de 2022 e é semelhante aos resultados de 2018; em contrapartida, votos nulos e brancos diminuem
Eleições 2022: veja quantos brasileiros não foram votar neste domingo, 2 (MAURO PIMENTEL/AFP/Getty Images)
Eleições 2022: veja quantos brasileiros não foram votar neste domingo, 2 (MAURO PIMENTEL/AFP/Getty Images)
L
Laura Pancini

Publicado em 03/10/2022 às 07:48.

Última atualização em 03/10/2022 às 08:02.

Os milhões de eleitores que não foram às urnas foram significativos nos resultados do primeiro turno das Eleições 2022. Tanto Lula quanto Bolsonaro passaram os últimos meses tentando converter os indecisos, os adeptos ao voto nulo e aqueles que decidiram não sair para votar.

Agora, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou que 32,7 milhões de eleitores não foram às urnas no primeiro turno. Este número representa cerca de 20,9% do eleitorado de 2022 e é semelhante aos resultados de 2018.

As últimas eleições gerais tiveram 20,3% de abstenção, a segunda maior desde a redemocratização, segundo o TSE. Quase 30 milhões de brasileiros aptos a votar não o fizeram naquela eleição, embora o voto no Brasil seja compulsório.

Quem mais se abstém no Brasil?

  • Eleitores do Sudeste e Centro-Oeste;
  • Homens;
  • Eleitores com ensino fundamental;
  • Eleitores no exterior;
  • Cidades pequenas ou médias (de 10 mil a 200 mil habitantes);
  • Eleitores acima de 75 anos ou abaixo de 18.

Quem tem maior comparecimento nas eleições?

  • Eleitores das regiões Sul e Nordeste;
  • Mulheres;
  • Eleitores com ensino superior;
  • Eleitores em cidades grandes (+ de 200 mil habitantes) ou muito pequenas (até 5 mil habitantes).

Votos nulos e brancos diminuem

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os votos brancos e nulos somaram 4,20% no primeiro turno de 2022. É quase a metade em comparação com 2018, que teve um índice de 8,8%.

LEIA TAMBÉM: