Brasil

Polícia de SP diz ter identificado 35 traficantes que atuam na Cracolândia

Em operação realizada na noite de sábado, 18 pessoas foram presas, 16 delas identificadas por meio de imagens de câmeras de segurança

Policiais separaram os dependentes de drogas dos traficantes por uma triagem (Rovena Rosa/Agência Brasil)

Policiais separaram os dependentes de drogas dos traficantes por uma triagem (Rovena Rosa/Agência Brasil)

Agência o Globo
Agência o Globo

Agência de notícias

Publicado em 24 de julho de 2023 às 06h57.

A Polícia de São Paulo informou que 35 traficantes que atuam na Cracolândia, região central de São Paulo, estão identificados por meio de imagens de câmeras de segurança e informações de inteligência e que seguirá com operações para prendê-los.

Na noite de sábado, com apoio da Guarda Civil Metropolitana, os policiais prenderam 16 traficantes e mais duas outras pessoas que tinham mandados de prisão expedidos pela Justiça por outros crimes - no total 18 foram presos.

A operação começou por volta das 19h na Rua dos Gusmões. Os policiais separaram os dependentes de drogas dos traficantes por uma triagem contando com apoio de cães farejadores. Na manhã deste domingo, os funcionários da Prefeitura fizeram a limpeza no local.

Deslocamento para o Bom Retiro

Na semana passada, o governador Tarcísio de Freitas chegou a informar que iria direcionar a Cracolândia para o bairro do Bom Retiro, a 2 quilômetros de distância, mas voltou atrás depois que e o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, disse que não tinha conhecimento da operação e considerou a informação um "mal entendido". Por meio de nota, o governo disse que “novas possibilidades para solucionar o problema da Cracolândia estão sendo estudadas e serão divulgadas em breve".

A Cracolândia reúne diariamente centenas de dependentes químicos que, nos últimos dois meses, fizeram saques em estabelecimentos comerciais da região, como farmácias. A estimativa é que cerca de mil usuários da droga frequentem o local diariamente. Pelo menos 200 costumam permanecer nas ruas do bairro, em barracas ou dormindo nas ruas.

No início de 2022, a prefeitura de São Paulo realizou uma operação e retirou a Cracolândia da Praça Princesa Isabel, onde as barracas se aglomeravam. O local foi cercado. A partir daí, a Cracolândia se espalhou pela região central, aumentando a sensação de insegurança a moradores e comerciantes.

Acompanhe tudo sobre:Polícia CivilCracolândia

Mais de Brasil

Em Porto Alegre, Defesa Civil alerta para risco de novos temporais com ‘ventos intensos’ e granizo

Ministério da Saúde amplia vacinação contra dengue; veja nova faixa etária

Reviravolta em julgamento sobre 'sobras eleitorais' pode anular eleição de sete deputados; entenda

Privatização da Sabesp será concluída em 22 de julho; veja os mais cotados para vencer a disputa

Mais na Exame