Acompanhe:

Para Meirelles, anúncio da equipe econômica de Lula tende a acalmar o mercado

Ex-ministro da Fazenda negou ter recebido convite para ser ministro e não disse se aceitaria algum cargo no próximo governo

Modo escuro

Continua após a publicidade
 (Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

(Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

E
Estadão Conteúdo

Publicado em 15 de novembro de 2022 às, 15h56.

O ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles afirmou que o anúncio da equipe econômica do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva contribuiria para acalmar o mercado. Ele disse que ainda não recebeu convite para integrar o time e que não trabalha com hipóteses.

"De fato, espera-se o anúncio da equipe econômica o mais rápido possível. Não há dúvidas de que o anúncio da equipe econômica tende a acalmar o mercado", disse Meirelles, a jornalistas, após participar de evento do Lide (Grupo de Líderes Empresariais), na manhã desta terça-feira, 15, em Nova York. "O governo está sendo composto em tempo muito exíguo", acrescentou.

Ele alertou para a reação do mercado, mas ponderou que o impacto nos ativos brasileiros vai depender dos nomes escolhidos. Disse ainda que o mercado vai além do sistema financeiro e abrange a sociedade, os pequenos empresários etc. "Mercado é muito mais que mercado financeiro. É o padeiro. São todos aqueles na atividade produtiva", disse.

Sobre se já teria recebido algum convite da equipe de transição para compor o futuro governo, respondeu que não. Afirmou ainda que não trabalha com hipóteses, ao ser questionado se aceitaria algum cargo no governo Lula.

Meirelles voltou a reforçar a necessidade de o governo atentar à responsabilidade fiscal com o social. "Quando governo gasta excessivamente, leva à falta de confiança. Manter gastos sob controle é a melhora forma de garantir, inclusive, inclusão social, crescimento. É importante que economia cresça e gere emprego", avaliou. "Temos de ter responsabilidade social, mas estabelecer meta clara no fiscal", acrescentou.

Sobre a PEC de transição, Meirelles disse que a medida é necessária para acomodar os gastos transitórios. "A PEC de transição é um waiver. É importante é que não se pare na PEC de transição porque daí deixa de ser um waiver", concluiu.

Últimas Notícias

Ver mais
Fux autoriza inquérito para investigar Nikolas Ferreira por chamar Lula de 'ladrão'
Brasil

Fux autoriza inquérito para investigar Nikolas Ferreira por chamar Lula de 'ladrão'

Há 7 horas

Governo Lula fará novo heliponto no Planalto até para carro voador; custo é de R$ 769 mil
Brasil

Governo Lula fará novo heliponto no Planalto até para carro voador; custo é de R$ 769 mil

Há 14 horas

Chefia da Petrobras é um cargo de Lula, afirma Alexandre Silveira
Economia

Chefia da Petrobras é um cargo de Lula, afirma Alexandre Silveira

Há 17 horas

Lula se reúne com especialistas do setor elétrico um dia depois de assinar MP sobre o tema
Brasil

Lula se reúne com especialistas do setor elétrico um dia depois de assinar MP sobre o tema

Há 19 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais