Brasil

Operação do MP e da Polícia Civil mira suspeitos de fazerem 'gatos' em oleodutos da Transpetro

Um dos alvos é um policial militar apontado como braço armado da quadrilha

A ação acontece no Rio e em outros quatro estados (Governo do Estado de São Paulo/Divulgação)

A ação acontece no Rio e em outros quatro estados (Governo do Estado de São Paulo/Divulgação)

Agência o Globo
Agência o Globo

Agência de notícias

Publicado em 26 de julho de 2023 às 09h02.

O Grupo de Atuação Especializada de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Publico do Rio (MPRJ), e a Delegacia de Defesa dos Serviços Delegados (DDSD) fazem, nesta quarta-feira, uma operação que mira suspeitos de furtar combustível diretamente de oleodutos da Transpetro.

Os agentes visam a cumprir 47 mandados de busca e apreensão. A ação acontece no Rio e em outros quatro estados. Ela foi batizada de Exagogi, que significa extração, em grego.

Alvos

Um dos alvos é um policial militar lotado no 32º BPM (Magé). Ele é suspeito de ser o braço armado do bando. Os mandados de busca e apreensão foram expedidos pela 1ª Vara Criminal Especializada em Organização Criminosa e pela Auditoria da PM. Eles são cumpridos simultaneamente no Rio, em São Paulo, no Paraná, em Minas Gerais e no Espírito Santo.

A operação tem o apoio da Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI/MPRJ) e dos Gaecos dos estados onde há buscas. No Rio, as equipes estão nos seguintes municípios: Sapucaia, Cabo Frio, Macaé, Quissamã, Pinheiral, Bom Jesus de Itabapoana, Carapebus, São João de Meriti, São Gonçalo, São Fidélis, Campos dos Goytacazes e Nova Friburgo, além dos bairros do Centro e de Campo Grande, na capital

Acompanhe tudo sobre:Polícia CivilTranspetro

Mais de Brasil

Quem é Mello Araújo, anunciado como vice de Nunes em São Paulo

Lula anuncia R$ 194 milhões para construção de 1,3 mil casas no Piauí

Justiça Federal homologa acordo para preservação da Cinemateca

Nunes e Tarcísio confirmam ex-chefe da Rota indicado por Bolsonaro como vice

Mais na Exame