Acompanhe:

A prefeitura de Maceió (Alagoas) informou que risco iminente de colapso em uma das minas da Braskem é ‘um evento inédito no mundo’ e por isso, até o momento não é possível mensurar todas as consequências do fato." A capital de Alagoas está em alerta máximo por risco iminente de colapso de uma mina da Braskem, o que causou alerta máximo de órgãos da prefeitura.

Na tarde desta sábado, o prefeito de Maceió, JHC, disse que a velocidade de afundamento da mina 18 tem diminuído."Nós chegamos a 5 cm por hora e agora estamos com 0,8cm por hora. Isso significa que há uma tendência de diminuição de afundamento naquela região." Dos 12 DGPSs, aparelhos que medem o afundamento da mina, seis haviam chegado ao alerta máximo.

Agora, com a desaceleração, apenas um deles encontra-se em sinal de alerta para um colapso da mina 18. “Não podemos afirmar que vai estabilizar, mas esse é o caminho para estabilização. Estamos vencendo um dia de cada vez para podermos juntos sairmos dessa situação”, disse o prefeito. Antes da nota oficial da prefeitura, JHC divulgou este vídeo nas redes sociais:

Na manhã deste sábado, a nota divulgada pela Defesa Civil de Maceió afirmava que o deslocamento vertical acumulado da mina n° 18 é de 1,56 cm e a velocidade vertical é de 0,7cm por hora, apresentando um movimento de 13cm nas últimas 24h. Disse ainda que foi registrado na madrugada de hoje um sismo com magnitude de 0,89 a cerca de 300 metros de profundidade na região, que fica localizado no bairro do Mutange.

O abalo foi mais intenso do que o registrado na noite de sexta-feira (1º), mas a Defesa Civil registrou uma diminuição na velocidade de afundamento de terra na mina 18.  Durante a semana, o afundamento chegou a 50 cm por dia.

O abalo foi mais intenso do que o registrado na noite de sexta-feira,1º,  mas a Defesa Civil registrou uma diminuição na velocidade de afundamento de terra na mina 18. Durante a semana, o afundamento chegou a 50 cm por dia.

Onde fica a mina que pode desabar?

A mina nº 18 fica próximo ao antigo CT do CSA, no Mutange, próximo à lagoa Mundaú, no bairro do Mutange.

Qual o tamanho da mina? caso ela venha a colapsar, qual o tamanho da cratera?

Antes de apresentar o colapso, a mina tinha 500 mil metros cúbicos. Não há como prever o tamanho da cratera que se formará com o colapso. A Defesa Civil de Alagoas estima que a cratera pode chegar a até 150 metros de superfície nas projeções. 

Governador do AL se reunirá com Alckmin

Uma reunião entre o presidente da República em exercício, Geraldo Alckmin, e o governador do Alagoas, Paulo Dantas, está agendada para 5 de dezembro. Nela, Dantas pedirá ao governo federal que esteja preparado para ajudar Alagoas em caso de necessidade.

A ministra do Meio Ambiente e Mudança do Clima, Marina Silva, que está em Dubai, nos Emirados Árabes, onde participa da COP-28 afirmou ontem que o Ibama acompanha de perto a situação envolvendo a mina da Braskem em Maceió. "É um licenciamento feito pelo governo do Estado, mas o Ibama está acompanhando. Os nossos especialistas em risco ambiental estão acompanhando de perto", disse a ministra. Segundo ela, neste caso, o órgão do governo federal atua de maneira suplementar.

O que diz a Braskem? 

Em nota, a Braskem declarou que "continua mobilizada e monitorando a situação da mina 18" e "tomando todas as medidas cabíveis para minimização do impacto de possíveis ocorrências". O texto acrescenta que "todos os dados colhidos estão sendo compartilhados em tempo real com as autoridades". Ainda segundo a empresa, a extração de sal-gema em Maceió foi totalmente encerrada em maio de 2019.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Corregedoria afasta servidores da área de inteligência do presídio federal de Mossoró
Brasil

Corregedoria afasta servidores da área de inteligência do presídio federal de Mossoró

Há 3 horas

Pacheco diz que Senado não pode 'compactuar' com comparação de ação de Israel a Holocausto
Brasil

Pacheco diz que Senado não pode 'compactuar' com comparação de ação de Israel a Holocausto

Há 4 horas

Helicóptero cai em Barueri, na Grande SP, e deixa ao menos sete feridos; veja vídeo
Brasil

Helicóptero cai em Barueri, na Grande SP, e deixa ao menos sete feridos; veja vídeo

Há 4 horas

Em Haia, Brasil critica Israel por 'anexação ilegal e inaceitável' de territórios palestinos
Brasil

Em Haia, Brasil critica Israel por 'anexação ilegal e inaceitável' de territórios palestinos

Há 5 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais