Acompanhe:

Lula passa o domingo no Alvorada sem receber visitas e deve focar em agenda interna

No sábado, Lula recebeu no início da noite o ministro da Secretaria de Relações Institucionais, Alexandre Padilha. Para a próxima semana, o presidente deve focar em agendas nacionais, como o arcabouço fiscal

Modo escuro

Continua após a publicidade
Lula: semana deve ter foco na agenda interna em Brasília (Lula Marques/Agência Brasil)

Lula: semana deve ter foco na agenda interna em Brasília (Lula Marques/Agência Brasil)

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva passa o domingo, 26, no Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência, sem receber visitas. Lula foi diagnosticado com quadro de pneumonia e influenza na última quinta-feira, 23, e teve de cancelar uma viagem já marcada à China para se recuperar.

No sábado, 25, Lula recebeu no início da noite no Palácio da Alvorada a visita do ministro da Secretaria de Relações Institucionais, Alexandre Padilha. Padilha afirmou que, na próxima semana, o chefe do Executivo deve focar em agendas internas em Brasília.

De acordo com o ministro, a permanência do presidente no país permite que o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, se dedique, junto com Lula, à formulação da proposta do arcabouço fiscal. Antes de cancelar a viagem à China, Lula havia dito que a apresentação da proposta só ocorreria após o retorno do país asiático, no início de abril.

O ministro Padilha foi a única visita do sábado, além da médica da Presidência da República, Ana Helena Germoglio.

Como médico, Padilha disse não recomendar que o presidente vá presencialmente à Marcha dos Municípios, nesta semana, em Brasília. O ministro disse que analisará se é possível Lula receber uma comitiva, de acordo com a recuperação.

Quadro de Lula é "bom", diz Kalil

Mais cedo, o cardiologista Roberto Kalil, médico de Lula, divulgou que o quadro de saúde do mandatário é "bom". Segundo os médicos, o presidente está com pneumonia e influenza A.

Kalil disse que Lula teria condições de fazer qualquer viagem em um prazo de 15 dias a um mês.

"O estado geral é bom e ele deve retornar às atividades dele durante a semana", disse Kalil, em entrevista à CNN Brasil. "Ele volta à vida normal dele, claro, com uma precaução inicial depois de um quadro de pneumonia, nos próximos dias. Se você me perguntar, daqui a um mês ou daqui a 15 dias teria condição, evidentemente, de fazer qualquer viagem."

O governo gostaria de remarcar a viagem à China "o quanto antes" por causa da importância do país asiático para a economia doméstica e da aproximação que Lula quer ter com o presidente chinês, Xi Jinping, por causa de questões geopolíticas, como a guerra na Ucrânia.

Além disso, o mandatário brasileiro quer participar da posse de sua antecessora Dilma Rousseff como a nova presidente do Banco dos Brics, que tem sede em Xangai.

Com o cancelamento da comitiva presidencial, a ex-presidente da República seguirá para a China sozinha na segunda-feira, 27. Dilma começa a trabalhar imediatamente, mas a solenidade de sua posse foi cancelada e aguardará a presença de Lula em um futuro próximo.

(Com informações do Estadão Conteúdo)

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Reforma Tributária: eleições para comitê gestor de imposto é desafio na regulamentação
Brasil

Reforma Tributária: eleições para comitê gestor de imposto é desafio na regulamentação

Há 7 horas

Governo contesta no STF leis que facilitam porte de arma no Rio Grande do Sul e no Paraná
Brasil

Governo contesta no STF leis que facilitam porte de arma no Rio Grande do Sul e no Paraná

Há 17 horas

Milei envia ministra ao Brasil para 1ª agenda de trabalho com governo Lula
Mundo

Milei envia ministra ao Brasil para 1ª agenda de trabalho com governo Lula

Há 19 horas

Lula veta trecho sobre visita a parentes na lei que restringe 'saidinha' de presos
Brasil

Lula veta trecho sobre visita a parentes na lei que restringe 'saidinha' de presos

Há 19 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais