Lula lamenta morte de Abilio Diniz e diz que teve o prazer de chamar o empresário de amigo

O empresário morreu no domingo vítima de insuficiência respiratória em razão de uma pneumonite

Lula se solidarizou com os filhos e familiares de Abilio Diniz (Leandro Fonseca/Exame)

Lula se solidarizou com os filhos e familiares de Abilio Diniz (Leandro Fonseca/Exame)

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 19 de fevereiro de 2024 às 13h06.

Última atualização em 19 de fevereiro de 2024 às 13h40.

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, lamentou a morte do empresário brasileiro Abilio Diniz, ocorrida no domingo, 18, aos 87 anos. Na publicação, o chefe do Executivo disse que teve o "prazer" de chamar o empresário de amigo e conversar, em diversas ocasiões, sobre os rumos do Brasil.

"Abilio era um empresário dedicado, que participou da gestão, crescimento e criação de muitas empresas no Brasil. Sempre viveu com uma grande determinação e dedicação ao trabalho, superando dificuldades e perdas pessoais", escreveu Lula em mensagem no X, antigo Twitter, nesta segunda-feira, 19. "Tive o prazer de ser seu amigo e conversar muitas vezes com ele sobre os rumos do nosso país", acrescentou o presidente.

Ao final da mensagem, Lula se solidarizou com os filhos e familiares de Abilio Diniz.

Velório e repercussão

O empresário morreu no domingo vítima de insuficiência respiratória em razão de uma pneumonite. Ele estava internado no Hospital Albert Einstein.

O velório ocorre no Salão Nobre do Estádio do MorumBis, do São Paulo Futebol, time do coração do empresário. O vice-presidente da República, Geraldo Alckmin, deve participar do velório no período da tarde.

Mais de Brasil

Conflitos por terra batem recorde no Brasil no primeiro ano do governo Lula

Cármen Lúcia mantém condenação de Deltan por Power Point contra Lula

Risco fiscal está 'drenando oportunidades' do Brasil, diz Tarcísio

Fluxo de passageiros para o exterior cresce pelo 24º mês seguido mostra Anac

Mais na Exame