Brasil

Lula diz que teve "excelentes relações" com Reino Unido na era Elizabeth II

Lula manifestou suas condolências à família "e a todos que admiravam a rainha Elizabeth II no Reino Unido e ao redor do mundo"

Junto à mensagem, o petista publicou fotos ao lado da rainha (Ricardo Stuckert/Getty Images)

Junto à mensagem, o petista publicou fotos ao lado da rainha (Ricardo Stuckert/Getty Images)

EC

Estadão Conteúdo

Publicado em 8 de setembro de 2022 às 18h50.

Última atualização em 8 de setembro de 2022 às 19h06.

Candidato ao Palácio do Planalto, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi às redes sociais lamentar a morte da rainha Elizabeth II e afirmou que, quando governava o País, Brasil e Reino Unido tiveram excelentes relações diplomáticas, políticas e comerciais. Junto à mensagem, o petista publicou fotos ao lado da rainha e lembrou a visita de Estado que fez ao governo britânico em 2006.

"A rainha Elizabeth II testemunhou e participou dos grandes eventos e processos históricos dos últimos 80 anos. Marcou era como Chefe de Estado, reinando em convivência com primeiros-ministros de diferentes linhas ideológicas", publicou Lula. "Em nosso governo, o Reino Unido e o Brasil tiveram excelentes relações diplomáticas, políticas e comerciais, marcadas pela visita de Estado em que ela nos recebeu, em 2006. Gravo na memória nosso encontro na reunião do G-20 em Londres, em 2009".

Lula manifestou suas condolências à família "e a todos que admiravam a rainha Elizabeth II no Reino Unido e ao redor do mundo".

LEIA TAMBÉM:

Sem agenda pública, Lula comemora 7 de setembro nas redes

TSE aprova registro de candidatura de Lula e mantém coligação entre PT e PROS

Acompanhe tudo sobre:EleiçõesLuiz Inácio Lula da SilvaRainha Elizabeth II

Mais de Brasil

Em Porto Alegre, Defesa Civil alerta para risco de novos temporais com ‘ventos intensos’ e granizo

Ministério da Saúde amplia vacinação contra dengue; veja nova faixa etária

Reviravolta em julgamento sobre 'sobras eleitorais' pode anular eleição de sete deputados; entenda

Privatização da Sabesp será concluída em 22 de julho; veja os mais cotados para vencer a disputa

Mais na Exame