Brasil

Lula: ação do governo por terras não invalida a luta pela reforma agrária

Presidente defendeu que a proposta do governo é mostrar o que pode ser usado para a reforma, sem provocar conflitos

Lula: governo atual enfrenta muitos desafios em diversos setores (Ricardo Stuckert / PR/Reprodução)

Lula: governo atual enfrenta muitos desafios em diversos setores (Ricardo Stuckert / PR/Reprodução)

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 15 de abril de 2024 às 20h24.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta segunda-feira 15, que ações do governo em prol da reforma agrária "não invalidam a luta" dos movimentos relacionados à pauta.

Lula falou no Palácio do Planalto, em cerimônia de lançamento do programa Terra da Gente, voltado à reforma agrária.

O petista disse que a ideia do governo é mostrar o que pode ser usado para a reforma agrária "sem muita briga". O programa Terra da Gente mapeia terras passíveis de uso para a reforma agrária e as categoriza.

O anúncio do programa vem em um momento de pressão por reforma agrária. Há 24 áreas invadidas pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) em 11 Estados. É o que o movimento chama de "Abril Vermelho", época do ano em que reforça suas atividades. O MST era um dos movimentos presentes na solenidade.

Acompanhe tudo sobre:Luiz Inácio Lula da SilvaMST – Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra

Mais de Brasil

Cidade de São Paulo está em alerta para alagamentos nesta segunda-feira

Latam faz primeiro voo comercial à Base Aérea de Canoas, no RS

Praias particulares? CCJ do Senado discute proposta que pode "privatizar" áreas da marinha

Semana começa com chuva e frio em SP; veja a previsão do tempo para os próximos dias

Mais na Exame