Brasil

Lira reajusta em 60% valor que cobre gastos de deputados em viagens nacionais a trabalho

Justificando a medida, Lira afirma que o IPCA acumulou variação de 99,79% desde abril 2012, quando ocorreu o último reajuste

Arthur Lira: presidente da Câmara reajuste em 60% valor que cobre gastos de deputados em viagens nacionais a trabalho (Lula Marques/Agência Brasil)

Arthur Lira: presidente da Câmara reajuste em 60% valor que cobre gastos de deputados em viagens nacionais a trabalho (Lula Marques/Agência Brasil)

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 26 de abril de 2024 às 09h02.

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), reajustou em 60,62% os valores que cobrem as diárias de viagens a trabalho realizadas por parlamentares e servidores da Casa dentro do País. Segundo o deputado, a correção da indenização dos gastos com estadia, alimentação e locomoção corresponde à variação acumulada do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de junho de 2015 a março deste ano.

O ato publicado no Diário da Câmara desta quinta-feira, 25, estabelece a atualização dos valores para os deslocamentos em território nacional a serviço, em missão oficial ou em treinamento, que interessem à Casa. Justificando a medida, Lira afirma que o IPCA acumulou variação de 99,79% desde abril 2012, quando ocorreu o último reajuste.

Com a mudança, o valor recebido pelo presidente da Câmara passa de R$ 611 para R$ 981 e pelos demais parlamentares de R$ 524 para R$ 842. Servidores e colaboradores, que recebiam no máximo R$ 489, podem receber de R$ 702 a R$ 785, a depender da categoria do cargo. Já para analistas e técnicos legislativos, o valor passou de R$ 349 para R$ 560 por dia.

Também foi reajustado o valor adicional de embarque e desembarque. Há 12 anos, o auxílio que cobria despesas de deslocamento entre o ponto de origem e o local de embarque ou desembarque era de R$ 279. A partir desta quinta, passa a ser de R$ 448,00.

O reajuste foi feito apenas sobre os valores gastos em viagens nacionais. Para as viagens realizadas na América Latina, o auxílio varia de US$ 196 a US$ 428. Em caso de destinos localizados em outros países, a indenização é de no mínimo US$ 215 e no máximo US$ 550.

Acompanhe tudo sobre:Arthur LiraBenefícios

Mais de Brasil

Comissão da Câmara aprova uso de spray de pimenta e cassetetes contra menores infratores

CCJ do Senado adia votação de PL dos jogos de azar para a próxima semana

Juscelino Filho diz que indiciamento é uma ação "política e previsível" e nega acusações

Servidores do Banco Central protestam contra PEC em frente ao Senado

Mais na Exame