Brasil

Justiça derruba restrições em Búzios e permite funcionamento de hotéis

O presidente do Tribunal de Justiça do Estado, derrubou a decisão nesta sexta-feira, depois que a medida inicial gerou uma onda de protestos em Búzios

Búzios: na quinta-feira, comerciantes, empresários e prestadores de serviços foram às ruas da cidade, formando aglomerações, para protestar contra as medidas restritivas (Sergio Moraes)

Búzios: na quinta-feira, comerciantes, empresários e prestadores de serviços foram às ruas da cidade, formando aglomerações, para protestar contra as medidas restritivas (Sergio Moraes)

R

Reuters

Publicado em 18 de dezembro de 2020 às 14h39.

Última atualização em 18 de dezembro de 2020 às 14h44.

A Justiça do Rio de Janeiro suspendeu, nesta sexta-feira, a decisão que impunha medidas restritivas na cidade turística de Búzios, autorizando o funcionamento de hotéis e lojas e revertendo o fechamento das praias.

Um juiz da comarca de Búzios havia determinado o fechamento dos hotéis da cidade e proibido o acesso às praias com o objetivo de enfrentar a aceleração da covid-19.

No entanto, o presidente do Tribunal de Justiça do Estado, desembargador Cláudio de Mello Tavares, derrubou a decisão nesta sexta-feira, depois que a medida inicial gerou uma onda de protestos em Búzios.

“Configurados o manifesto interesse público e a grave lesão à ordem e à economia públicas que a decisão judicial impugnada está a causar, há de ser deferido o pedido de suspensão", disse o desembargador em sua decisão.

Na quinta-feira, comerciantes, empresários e prestadores de serviços foram às ruas da cidade, formando aglomerações, para protestar contra as medidas restritivas. Alguns dos principais pontos de acesso e saída da cidade chegaram a ser bloqueados e interditados.

O esvaziamento de hotéis e fechamento de praias fora determinado depois que a cidade não cumpriu um acordo judicial que previa a ampliação da rede de saúde do município para fazer frente ao aumento de casos de covid-19.

Acompanhe tudo sobre:CoronavírusHotéisPandemiaPraiasRio de Janeiro

Mais de Brasil

Base de Canoas passará a ter dez voos por dia, anuncia governo

Paraná Pesquisas: em SP, Nunes tem 28,1%; Boulos, 24,2%; Datena, 12,1%; e Tabata, 9,1%

O que abre e o que fecha em SP no feriado de Corpus Christi

Mais na Exame