Acompanhe:

Juro do rotativo do cartão cai 9,5 pontos em outubro, para 431,6% ao ano, diz BC

A modalidade emergencial de crédito está no centro das discussões econômicas e políticas do País neste momento devido às taxas mais caras do mercado

Modo escuro

Continua após a publicidade
Considerando o juro total do cartão de crédito, que leva em conta operações do rotativo e do parcelado, a taxa passou de 101,4% para 95,7% (Joe Raedle/Getty Images)

Considerando o juro total do cartão de crédito, que leva em conta operações do rotativo e do parcelado, a taxa passou de 101,4% para 95,7% (Joe Raedle/Getty Images)

Tema de fortes debates neste momento, o juro médio total cobrado pelos bancos no rotativo do cartão de crédito caiu 9,5 pontos porcentuais de setembro para outubro, informou nesta terça-feira 5, o Banco Central. A taxa passou de 444,1% para 431,6% ao ano.

No caso do parcelado, o juro passou de 193,8% para 195,6% ao ano entre setembro e outubro. Considerando o juro total do cartão de crédito, que leva em conta operações do rotativo e do parcelado, a taxa passou de 101,4% para 95,7%.

Crédito emergencial

A modalidade emergencial de crédito está no centro das discussões econômicas e políticas do País neste momento devido às taxas mais caras do mercado.

O Congresso definiu em lei que os juros do rotativo e do parcelado não poderão ultrapassar 100% do principal da dívida, caso os bancos não cheguem a um acordo sobre o assunto, chancelado pelo Conselho Monetário Nacional (CMN).

Além de um teto para os juros do rotativo, o presidente do BC, Roberto Campos Neto, propôs no mês passado aos setores envolvidos um máximo de 12 meses para o parcelado sem juros.

A autoridade monetária também citou a hipótese de alguma limitação para a tarifa de intercâmbio no cartão de crédito.

 

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Picchetti: Brasil está sendo encarado como exemplo na inclusão financeira
Economia

Picchetti: Brasil está sendo encarado como exemplo na inclusão financeira

Há 8 horas

Governo aprova nova queda de juros do empréstimo consignado para beneficiários do INSS
Economia

Governo aprova nova queda de juros do empréstimo consignado para beneficiários do INSS

Há um dia

Drex: lançamento do real digital pode atrasar, aponta coordenador do Banco Central
Future of Money

Drex: lançamento do real digital pode atrasar, aponta coordenador do Banco Central

Há 2 dias

Cenário está bem para uma Selic terminal mais para 9,5%, diz ex-diretor do BC
seloMercados

Cenário está bem para uma Selic terminal mais para 9,5%, diz ex-diretor do BC

Há 4 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais