João Campos segue na dianteira pela prefeitura do Recife, mostra Datafolha

Vantagem do candidato do PSB diminuiu em relação ao último levantamento. Em Campo Grande, disputa pode ser resolvida no primeiro turno

O deputado federal João Campos (PSB) continua na dianteira na disputa pela prefeitura do Recife, mas, a poucos dias do pleito, os adversários estão mais perto de alcançá-lo, mostra pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira, 11. O filho do ex-governador Eduardo Campos agora tem 29% da preferência do eleitorado. Na última pesquisa, divulgada em 5 de novembro, ele contava com 31% das intenções de voto.

A deputada federal Marília Arraes (PT) e o ex-ministro Mendonça Filho (DEM) vêm logo em seguida, com 22% e 18%, respectivamente, ambos empatados tecnicamente. A petista, que antes marcava 21%, conseguiu ganhar 1 ponto percentual desde o levantamento anterior, enquanto Mendonça Filho saiu dos 16% e conseguiu mais 2 pontos. No caso de segundo turno entre João Campos e Marília Arraes, o primeiro venceria por 41%, ante 35% da petista.

Em seguida, tecnicamente empatada com o candidato do DEM, está a delegada Patrícia Domingos (Podemos), que subiu de 14% para 15%. Carlos (PSL) e Coronel Feitosa (PSC) têm 2% e 1% da preferência dos eleitores, respectivamente. Se a eleição fosse hoje, 9% dos entrevistados votariam em branco ou nulo. Do total, 4% não souberam responder.

Delegada Patrícia Domingos é a candidata mais rejeitada, de acordo com a pesquisa Datafolha: 40% dos entrevistados disseram que não votariam nela de jeito nenhum. Logo em seguida vem João Campos, com 34%. Mendonça Filho tem a rejeição de 31% dos entrevistados; Coronel Feitosa, de 30%; e Marília Arraes, de 27%.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal Folha de S.Paulo. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. Foram ouvidos 1.036 eleitores da cidade do Recife, entre os dias 9 de 10 de novembro.

Campo Grande

Pesquisa Ibope divulgada também nesta quarta-feira, encomendada pela TV Morena, aponta que Marquinhos Trad (PSD) ganharia a eleição em primeiro turno, caso o pleito fosse hoje. Candidato à reeleição, Trad tem 48% dos votos totais e 56% dos votos válidos, excluídos brancos, nulos e indecisos. Em seguida, está o candidato do Avante, Promotor Harfouche, com 10%.

Pedro Kemp (PT) e Vinicius Siqueira (PSL) têm, cada um, 5% do eleitorado. Trad tinha 41% das intenções de voto em 16 de outubro e 46% na pesquisa mais recente do Ibope, divulgada em 30 de outubro. Harfouche estava com 11% nas duas últimas, e agora perdeu 1 ponto percentual. Dos eleitores consultados pelo Ibope, 9% pretendem votar banco ou nulo.

Foram ouvidos 602 eleitores de Campo Grande, entre os dias 9 e 11 de novembro. A margem de erro é de 4 pontos percentuais para mais ou para menos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.