Brasil

Guarulhos é considerado o pior aeroporto do mundo em lista

O aeroporto ganhou o primeiro lugar do ranking por causa de vários fatores: desde as longas filas de espera até o preço salgado dos comes e bebes


	Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo: segundo a Forbes, apenas 59% dos voos de Guarulhos chegam no horário
 (Mario Rodrigues/EXAME.com)

Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo: segundo a Forbes, apenas 59% dos voos de Guarulhos chegam no horário (Mario Rodrigues/EXAME.com)

Mariana Fonseca

Mariana Fonseca

Publicado em 28 de abril de 2014 às 07h52.

São Paulo - Que os aeroportos do Brasil têm longas filas e voos que atrasam não é muita novidade. Mas um site chamado Wall St. Cheat Sheet foi além e colocou o Aeroporto de Guarulhos, um dos maiores do país, como o pior do mundo. 

Guarulhos ganhou esse "prêmio" por causa de vários fatores, como as longas filas, mudanças de terminais sem nenhum tipo de aviso e até mesmo o (alto) preço para comer e beber no aeroporto. 

Para o site, isso só piora com a falta de funcionários e o fato de que, de acordo com a Forbes, apenas 59% dos voos de Guarulhos chegam no horário.

A segunda colocação ficou com o Midway International Airport, de Chicago, principalmente pela falta de pontualidade nos voos.

A medalha de bronze ficou com o John F. Kennedy International Airport, de Nova York, entrando inclusive na lista dos aeroportos mais feios pela revista Travel+Leisure.

Outros aeroportos citados na lista são o N’Djamena International, no Chade; o Paris Beauvais Tille, na França; o London Heathrow, em Londres; o LaGuardia, em Nova York; o Ninoy Aquino International, em Manila (Filipinas); o Jomo Kenyatta International, em Nairóbi e, em décimo lugar, o Tribhuvan International, do Nepal.

Outro lado

A assessoria do Aeroporto Internacional de São Paulo-Guarulhos (GRU Airport) indica que as reportagens da CNN e da Forbes citadas na lista do Wall St. Cheat Sheet são de, respectivamente, 2008 e 2011. Seriam, portanto, informações anteriores à gestão da Concessionária do Aeroporto Internacional de Guarulhos, que assumiu a administração em fevereiro de 2013.

"Entendemos que ainda há muito a ser feito, principalmente nos antigos terminais – o TPS1 e o TPS2", diz a assessoria do aeroporto, que também informa que as obras do novo terminal de passageiros, o TPS3, estão dentro do cronograma e 83% concluídas.

"Temos certeza que a abertura do TPS3, em 11 de maio deste ano, trará um novo paradigma em infraestrutura aeroportuária, principalmente por conta das tecnologias que serão implantadas".

Segundo as previsões do GRU Airport, o novo terminal terá capacidade inicial para 12 milhões de passageiros por ano, 20 pontes de embarque e 34 novas posições no pátio de aeronaves.

Matéria atualizada às 16h28 do dia 15/01/2014 para incluir o posicionamento da assessoria do Aeroporto Internacional de São Paulo-Guarulhos (GRU Airport).

Mais de Brasil

Manifestantes voltam à Avenida Paulista para ato contra o PL do Aborto

Greve nas universidades federais: o que reivindicam os professores e quais são as ofertas do governo

Enel confirma a Lula investimento de R$ 20 bi para acabar com apagões

Enchentes paralisaram 63% das indústrias gaúchas, revela pesquisa

Mais na Exame