Brasil

Governador do Pará, Hélder Barbalho, contrai o novo coronavírus

O anúncio vem poucas horas após o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, também testar positivo para a covid-19

Hélder Barbalho: governador publicou exame em redes sociais (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Hélder Barbalho: governador publicou exame em redes sociais (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

CC

Clara Cerioni

Publicado em 14 de abril de 2020 às 19h21.

Última atualização em 11 de junho de 2020 às 12h47.

O governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), afirmou nesta terça-feira, 14, que está com o novo coronavírus. O anúncio vem poucas horas após o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, também testar positivo para a covid-19.

Em publicação no Twitter, Barbalho afirmou que, após parte de sua equipe contrair a doença, ele fez um exame no último sábado, 11, que deu inconclusivo e a contraprova veio negativa. "Mas recomendaram que eu fizesse um novo teste nesta terça-feira, e deu positivo", disse. Na publicação, ele divulgou também o resultado do exame.

"Portanto, quero informar a população paraense e a todos que estou com coronavírus. Mas quero ao mesmo tempo tranquilizar, estou super bem, estou assintomático, tenho trabalhado desde sexta-feira de casa. A Daniela [esposa dele] e as crianças estão bem", disse.

Depois, assim como Witzel, Barbalho fez um apelo para a população ficar em casa e reforçou que o vírus não escolhe "idade nem classe social".

"E quero aproveitar para pedir para você: fique em casa. Esse vírus é extremamente contagioso. Ele não escolhe idade, classe social. Todo mundo está exposto e pode pegá-lo. Por isso faço o apelo, fique em casa e vamos juntos vencer o coronavírus. Quem ama cuida e quem cuida fique em casa", finalizou.

O Pará tem 323 casos confirmados para o coronavírus e 19 mortes.

Além de Witzel e Barbalho, a doença já atingiu outros políticos importantes, como o presidente do Congresso, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

Outros parlamentares, como o senador Nelsinho Trad (PSD-MS), também foram contaminados em uma comitiva aos Estados Unidos, onde acompanhavam Bolsonaro. Ao todo, 23 pessoas voltaram da viagem com a infecção.

O próprio presidente chegou a realizar três testes para o novo coronavírus, que não foram divulgados. Nas três vezes, ele negou que contraiu a doença.

Internacionalmente também já há casos de políticos importantes que tiveram a covid-19. O caso mais notório é o do primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, que chegou a ser internado na UTI, mas já teve alta e está em recuperação.

Acompanhe tudo sobre:CoronavírusHelder BarbalhoPará

Mais de Brasil

Enchentes no RS: sobe para 155 o número de mortos; 94 pessoas seguem desaparecidas

Campanhas de Boulos e Tabata veem Datena “roubando” votos de Nunes; MDB acredita em aliança com PSDB

Ônibus passa a ligar aeroporto de Florianópolis a Porto Alegre

Nova frente fria avança no Sul e Inmet coloca parte do RS, Santa Catarina e Paraná em alerta

Mais na Exame