Brasil

Tragédia em Suzano atesta fracasso do estatuto do desarmamento, diz Flávio

O senador foi o primeiro da família Bolsonaro a se pronunciar nas redes sociais sobre a tragédia

Flávio Bolsonaro: "mais uma tragédia protagonizada por menor de idade" (Ricardo Moraes/Reuters)

Flávio Bolsonaro: "mais uma tragédia protagonizada por menor de idade" (Ricardo Moraes/Reuters)

DR

Da Redação

Publicado em 13 de março de 2019 às 16h14.

Última atualização em 11 de fevereiro de 2020 às 16h35.

São Paulo — O massacre que aconteceu na escola Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano, causou repercussão entre autoridades e políticos. O senador Flávio foi o primeiro da família Bolsonaro a se pronunciar nas redes sociais sobre a tragédia.

"Mais uma tragédia protagonizada por menor de idade e que atesta o fracasso do malfadado estatuto do desarmamento, ainda em vigor", escreveu ele em seu perfil no Twitter.

O comentário de Flávio vai ao encontro do que Major Olímpio disse mais cedo, quando afirmou que "o estatuto do desarmamento é uma farsa".

Logo em seguida, o presidente Jair Bolsonaro também se pronunciou sobre o caso:

A tragédia deixou dez mortos. A maioria eram crianças que frequentavam a escola.

Acompanhe tudo sobre:Flávio BolsonaroGoverno BolsonaroMassacresRedes sociaisSuzano (SP)Tiroteios

Mais de Brasil

Base aérea de Canoas começa a receber voos comerciais nesta segunda

Governo libera 7,2 bilhões para comprar arroz importado

Guitarrista da banda Afrocidade morre após ser espancado na Bahia

Como irá funcionar o sistema de câmeras usadas por PMs; governo Tarcísio detalha

Mais na Exame