Brasil

FAB intercepta aeronave suspeita após pouso em Roraima; veja o vídeo

Cessna 182, com identificação PT-KLN, foi avistado cerca de 110 km a oeste de Boa Vista

FAB: A aeronave acabou sendo classificada como “suspeita” com base em um decreto instituído no ano passado com objetivo de proteger territórios (FAB/YouTube)

FAB: A aeronave acabou sendo classificada como “suspeita” com base em um decreto instituído no ano passado com objetivo de proteger territórios (FAB/YouTube)

Agência o Globo
Agência o Globo

Agência de notícias

Publicado em 30 de janeiro de 2024 às 07h37.

A Força Aérea Brasileira (FAB) interceptou na manhã desta segunda-feira uma aeronave suspeita de praticar tráfego aéreo ilícito na Zona de Identificação de Defesa Aérea (ZIDA) na região da Terra Indígena Yanomami. O Cessna 182, com identificação PT-KLN, foi avistado cerca de 110 km a oeste de Boa Vista, em Roraima, e passou a ser monitorado pela FAB e pela Polícia Federal.

A aeronave acabou sendo classificada como “suspeita” com base em um decreto instituído no ano passado com objetivo de proteger territórios, em ações, por exemplo, de “combate ao garimpo ilegal”.

Veja:

yt thumbnail

Segundo a FAB, após descumprir ordens, “foi necessário que a defesa aérea realizasse o Tiro de Aviso (TAV)”, o que fez com que a aeronave fizesse um pouso forçado em uma pista de terra. A PF apreendeu a aeronave, mas o piloto conseguiu fugir do local.

Ainda de acordo com a FAB, desde fevereiro de 2023, a ZIDA foi estabelecida no espaço aéreo da região Norte do país, em medida que “teve por finalidade incrementar capacidade de Defesa Aérea que compreende a Terra Indígena Yanomami e adjacências, contribuindo para o combate ao garimpo ilegal em Roraima.”

 

Acompanhe tudo sobre:FABAviõesRoraimaPrisões

Mais de Brasil

Ainda afetado por cheias, metrô volta a operar na grande Porto Alegre

Prefeitura de SP vai fechar parques quando houver previsão de chuvas fortes

Secretária executiva do MEC, Izolda Cela comunica saída da pasta

Base de Canoas passará a ter dez voos por dia, anuncia governo

Mais na Exame