Brasil

Entenda a PEC que irá limitar os militares da ativa política

Parte delas deverá estar em um conjunto propostas que será apresentado nos cem dias de governo

Na avaliação de integrantes do Ministério da Defesa, o processo é complexo e dependerá de uma construção em etapas, que demandará esforços de ambos os lados (Rafaela Biazi/Unsplash)

Na avaliação de integrantes do Ministério da Defesa, o processo é complexo e dependerá de uma construção em etapas, que demandará esforços de ambos os lados (Rafaela Biazi/Unsplash)

Agência o Globo
Agência o Globo

Agência de notícias

Publicado em 16 de março de 2023 às 08h35.

Com o objetivo de potencializar a reindustrialização do país, o ministério comandado por Alckmin tem colhido demandas de diversos setores o da Defesa é um deles para estabelecer prioridades para cada área e anunciar as primeiras medidas de investimento e estímulo para a indústria. Parte delas deverá estar em um conjunto propostas que será apresentado nos cem dias de governo.

Os gestos de Alckmin em direção aos militares ocorrem ao mesmo tempo em que Múcio, em conjunto com os comandantes das três Forças, se movimenta para distensionar a relação com o Palácio do Planalto e despolitizar as Forças Armadas. Na avaliação de integrantes do Ministério da Defesa, o processo é complexo e dependerá de uma construção em etapas, que demandará esforços de ambos os lados.

Na quarta-feira, Lula foi almoçar com almirantes da Marinha e ouviu demandas da Força. A agenda foi vista como mais um passo no processo de aproximação. No mesmo dia, militares da Marinha receberam comunicado dando 90 dias para que militares da ativa se desfiliem de partidos políticos, sob pena de punição. A Constituição proíbe que militares da ativa sejam vinculados às siglas.

Acompanhe tudo sobre:MilitaresCongressoExército

Mais de Brasil

Bolsonaristas criticam Moraes por derrubar norma sobre aborto; governistas apoiam decisão

Enchentes agora atingem SC; mais de 800 estão fora de casa devido a inundações

Nível do Guaíba cai 17 cm em Porto Alegre e segue baixando

Adaptação das cidades à crise climática exige mudança de paradigma, dizem especialistas

Mais na Exame