Brasil

Covid-19: Brasil registra 128 mortes e 31 mil casos em 24 horas

Número de pacientes recuperados da doença está em 35 milhões

ConsenSys e Universidade de Hong Kong desenvolveram passaporte digital da Covid-19 totalmente baseado em blockchain (sankai/Getty Images)

ConsenSys e Universidade de Hong Kong desenvolveram passaporte digital da Covid-19 totalmente baseado em blockchain (sankai/Getty Images)

AB

Agência Brasil

Publicado em 2 de janeiro de 2023 às 20h45.

O Ministério da Saúde divulgou nesta segunda-feira (2) novos números da pandemia de covid-19 no país. De acordo com levantamento diário feito pela pasta, o Brasil registrou, em 24 horas, 31 mil novos casos da doença e 128 óbitos.

Desde o início da pandemia, o país acumula 36,3 milhões de casos confirmados da covid-19 e 693,9 mil mortes registradas. O número de pacientes recuperados soma 35 milhões.

Estados

Entre os estados, São Paulo registra o maior número de casos de covid-19 (6,3 milhões) e de mortes em consequência da doença (177,4 mil). Em seguida, aparecem Minas Gerais (4 milhões de casos e 64,4 mil óbitos); Rio Grande do Sul (2,9 milhões de casos e 41,5 mil óbitos) e Paraná (2,8 milhões de casos e 45,7 mil óbitos).

Vacinação

Segundo o vacinômetro do Ministério da Saúde, 498,2 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 já foram aplicadas no país, sendo 181,4 milhões da primeira dose e 163,9 milhões da segunda, além de 102,5 milhões da primeira dose de reforço e 40,2 milhões do segundo reforço.

LEIA TAMBÉM:

Veja os países que impuseram restrições anticovid a passageiros vindos da China

Nísia Trindade diz quais serão primeiras medidas do Ministério da Saúde

Acompanhe tudo sobre:CoronavírusMinistério da SaúdeTodos contra o coronavírusvacina contra coronavírus

Mais de Brasil

FAB encerra neste sábado recebimento de doações ao Rio Grande do Sul

Censo 2022: Brasil tem 106,8 milhões de endereços, um aumento de 19,5% em relação ao Censo anterior

Um em cada oito endereços do Brasil fica dentro de condomínios, indica Censo

Censo: quase um quarto dos endereços do Brasil não tem número; confira o ranking por estado

Mais na Exame