Acompanhe:

Conselho da Fiesp marca reunião que pode destituir Josué Gomes do comando

Conforme o edital de convocação da assembleia, que foi publicado hoje, todos os itens da pauta giram em torno da atuação de Josué como presidente da entidade

Modo escuro

Continua após a publicidade
Prédio da Fiesp, na avenida Paulista (Julia Moraes/Fiesp/Divulgação)

Prédio da Fiesp, na avenida Paulista (Julia Moraes/Fiesp/Divulgação)

E
Estadão Conteúdo

Publicado em 11 de dezembro de 2022 às, 12h47.

Depois do presidente da Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp) , Josué Gomes, não ter convocado uma assembleia após pedido de 86 sindicatos associados, a maioria do Conselho de Administração da entidade decidiu seguir em frente e marcar a reunião para o próximo dia 21 de dezembro. A assembleia poderá, na prática, culminar com a queda do presidente do cargo, que ocupa a cadeira desde janeiro.

Conforme o edital de convocação da assembleia, que foi publicado hoje, todos os itens da pauta giram em torno da atuação de Josué como presidente da entidade. Estão no texto, por exemplo, a necessidade de se debater a “atuação do sr. diretor presidente da Fiesp acerca de atos que denotam desvirtuamento dos fins estabelecidos nos estatutos, da Fiesp”, esclarecimentos sobre “atos e procedimentos que se encontram pormenorizados em correspondência do dia 16 de novembro”, momento que em os sindicatos pediram a convocação da assembleia.

Josué, segundo fontes, não teria convocado a assembleia porque o pedido não respeitaria as delimitações do estatuto. Para a atual convocação, não houve uma reunião formal de todo o Conselho ontem, quando a decisão foi tomada, mas foi uma decisão de conjunta dos 86 sindicatos, que formam uma maioria, de formalizar a convocação da assembleia. Segundo fontes, a insatisfação do grupo gira em torno da atuação do Josué da Fiesp “que não tem tempo para reuniões” e “não ouve as demandas dos sincatos”.

Uma fonte da Fiesp, que pediu anonimato, explicou que o que tem gerado insatisfação na verdade é a mudança na estrutura de poder na entidade, capitaneada pela gestão de Josué. Com isso, a federação trouxe de volta à Fiesp grandes industriais que tinham se afastado ao longo da gestão de Paulo Skaf, que ficou por quase duas décadas na frente da entidade.

Pelo estatuto da Fiesp, que o Estadão teve acesso, a maioria absoluta dos sindicatos podem convocar uma assembleia em caso de negativa do presidente, mas decorrido um prazo de 30 dias. No edital, a justificativa para o prazo é de que a notificação pedindo a convocação da assembleia ocorreu no dia 18 de novembro. Com isso, o prazo exigido de 30 dias terminaria no dia 20 próximo, podendo, assim, haver a assembleia no dia 21 de dezembro, conforme a leitura do grupo. Para respeitar um prazo mínimo para a convocação de 10 dias para a data da assembleia, o edital foi publicado neste domingo, dia 11.

Josué, que é filho do ex-vice-presidente no governo Lula, José Alencar, que morreu em 2011, é hoje o principal cotado para assumir o MDIC, que será recriado pelo presidente eleito, a partir de 2023, segundo fontes.

Fiesp tem hoje 112 associados

O momento é de grande divisão da Fiesp, conforme fontes consultadas pela reportagem. Um dos problemas levantados é de que uma grande maioria dos sindicatos que fazem parte da entidade - são 112 no total - são de pequeno porte e não envolve nenhuma das grandes indústrias.

Um dos movimentos que ocorre em paralelo é para que o estatuto da entidade seja revisto após essa crise, assim como a própria formação do conselho da entidade, que conta com um número muito grande de representantes, com quase todos os sindicatos associados. “Estou muito envergonhado com tudo isso. Se eu fosse o Josué mandaria imediatamente minha demissão, ele não precisa desse posto e só está se desgastando”, disse uma fonte, que preside um grande sindicato.

Conforme informações do estatuto da Fiesp, a perda do mandato pode ocorrer por “conduta incompatível com a ética”, “abandono do cargo”, dilapidação de do patrimônio social”, dentre outros itens. “Nada que justifique, de longe, o impeachment de Josué”, disseram fontes. Procurado, Josué Gomes não respondeu à reportagem até o momento.

LEIA TAMBÉM: 

Veja os principais desafios dos próximos ministros da Justiça e da Defesa

Quem são os ministros de Lula

Últimas Notícias

Ver mais
Fiesp quer incentivar adoção de blockchain na indústria e lança material sobre tecnologia
Future of Money

Fiesp quer incentivar adoção de blockchain na indústria e lança material sobre tecnologia

Há 2 meses

O que é sindicato? Para que serve, funções, tipos
seloGuia de Investimentos

O que é sindicato? Para que serve, funções, tipos

Há 2 meses

Governo avalia dispensar supermercados de acordo com sindicatos para trabalho nos feriados
Brasil

Governo avalia dispensar supermercados de acordo com sindicatos para trabalho nos feriados

Há 2 meses

Lula pretende implementar sistema de registro de mediações coletivas neste ano
Brasil

Lula pretende implementar sistema de registro de mediações coletivas neste ano

Há 2 meses

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais