Brasil

Chuvas em Santa Catarina: oito municípios decretam situação de emergência após temporais

Ao todo, 271 pessoas estão desalojadas e 716 desabrigadas, além de uma ferida e uma desaparecida

Chuvas no Sul: Santa Catarina sofre com temporais (Nelson ALMEIDA/AFP)

Chuvas no Sul: Santa Catarina sofre com temporais (Nelson ALMEIDA/AFP)

Agência o Globo
Agência o Globo

Agência de notícias

Publicado em 20 de maio de 2024 às 14h54.

As fortes chuvas deste fim de semana afetaram a população de 24 municípios de Santa Catarina e fizeram com que oito deles decretassem situação de emergência.

Segundo a Defesa Civil, 271 pessoas estão desalojadas (em casa de parentes ou amigos) e 716 desabrigadas (em abrigos públicos) após as enchentes, além de um ferido e um desaparecido.

Os municípios que já decretaram situação de emergência são Passo de Torres, Sombrio, São João do Sul, Balneário Gaivota, Jacinto Machado, Maracajá, Araranguá e Rio do Sul, sendo este o mais afetado e o primeiro a decretar o estado. Por determinação do governador Jorginho Mello, o Centro Integrado de Operações (CIOP) foi ativado e começou a operar na manhã de domingo.

Dentre os estragos causados pela chuva, foram registrados deslizamentos de terra, alagamentos, casas danificadas e ruas interditadas. A partir do final da madrugada de domingo, a frente fria começou se afastar em direção ao Paraná e ao oceano, fazendo com que a chuva perdesse intensidade. Ainda segundo a Defesa Civil de SC, os ventos sopram de direções variadas pelo estado catarinense, com intensidade fraca. Não há previsão de mudanças significativas nas condições climáticas e não há risco para ocorrências meteorológicas.

Emergências atendidas pelo Corpo de Bombeiros

Em Trombudo Central, um motorista, de 59 anos, foi arrastado pela água e caiu no rio enquanto pilotava. O condutor conseguiu sair do veículo, no entanto, também foi arrastado pela correnteza. Após buscas, a equipe encontrou a vítima às margens do rio, cerca de 100 metros do local. Ele foi atendido por uma equipe do Corpo de Bombeiros e conduzido ao hospital para avaliação médica.

No sábado, em Bom Jardim da Serra, um veículo com três pessoas caiu de uma ponte. O trio trabalhava em uma empresa de internet na cidade de São Joaquim e fazia a manutenção em uma torre, em Varginha. O motorista conduziu o veículo até o meio da ponte, quando um forte volume de água suspendeu o carro.

Duas das vítimas se seguraram em um baú que se desprendeu da caminhonete que era utilizado para guardar os equipamentos e conseguiram se apoiar por cerca de um quilômetro até serem jogadas na margem do rio. O outro funcionário, não tendo no que se agarrar, foi arrastado pela correnteza e os seus companheiros não o avistaram mais. As buscas seguem em andamento nesta segunda-feira, 20.

Acompanhe tudo sobre:ChuvasEnchentes no RS

Mais de Brasil

Erundina passa mal na Câmara e está internada na UTI

Estragos causados pelas chuvas no RS atingiram dois terços dos municípios, diz MapBiomas

PEC das Praias: Marinha diz que áreas costeiras são 'essenciais para a defesa da soberania nacional'

Governo Tarcísio cria fundo de 8 milhões de euros para viabilizar projetos de eficiência energética

Mais na Exame