Brasil

CCR retoma cobrança de pedágio na ViaSul e restabelece ligação entre Porto Alegre e interior

De acordo com a companhia, retomada será feita de forma gradual

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Agência de notícias

Publicado em 20 de maio de 2024 às 17h17.

Última atualização em 20 de maio de 2024 às 17h17.

Tudo sobreEnchentes no RS
Saiba mais

A CCR, responsável pela administração ViaSul, retomou nesta segunda-feira, 20, a cobrança de pedágio na rodovia localizada no Rio Grande do Sul. A cobrança de tarifa foi interrompida no dia 5 de maio após a estrada ser impactada pela tragédia climática que atinge o Estado gaúcho.

A retomada será feita de forma gradual, segundo a companhia. Desde 0h de hoje, retornaram as cobranças nas praças de pedágio de Três Cachoeiras, na BR-101, Santo Antônio da Patrulha e Gravataí, na Freeway (BR-290).

A CCR destaca que será mantida a dispensa de pagamento de tarifa para veículos de transporte rodoviário de cargas acompanhados de veículos oficiais transportando donativos. A medida foi estabelecida pela Portaria DG 112, publicada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), em 9 de maio de 2024.

"A CCR ViaSul reforça a orientação aos motoristas para que evitem utilizar as rodovias neste período e, caso necessário, que o façam buscando caminhos alternativos", diz a empresa em nota divulgada à imprensa.

A CCR administra 473,4 quilômetros de rodovias no Rio Grande do Sul. As atividades, que vêm sendo retomadas aos poucos, foram impactadas por volumes extremos de chuva, provocando diversos bloqueios.

Ligação entre Porto Alegre o interior

Na manhã de hoje, a CCR ViaSul, a ANTT e a Polícia Rodoviária Federal restabeleceram o tráfego de veículos no trecho da serra de Pouso Novo entre os quilômetros 302 e 314 da BR-386/RS (entre Marques de Souza e Pouso Novo). O segmento estava com bloqueio total desde a última quinta, 16, devido às condições climáticas adversas na região.

Com a liberação, todos os tipos de veículos podem passar pela região. No entanto, a ViaSul informa que o tráfego exige redobrada dos motoristas, que devem respeitar o limite de 40 km/h, bem como a sinalização e orientação das equipes que atuam no local.

Acompanhe tudo sobre:Enchentes no RSRio Grande do SulPorto Alegre

Mais de Brasil

Comissão da Câmara aprova uso de spray de pimenta e cassetetes contra menores infratores

CCJ do Senado adia votação de PL dos jogos de azar para a próxima semana

Juscelino Filho diz que indiciamento é uma ação "política e previsível" e nega acusações

Servidores do Banco Central protestam contra PEC em frente ao Senado

Mais na Exame