Brasil

Carla Zambelli recebe multa de R$ 30 mil do TSE; veja qual é a acusação

De acordo com o TSE, que decidiu a multa por unanimidade, o valor estipulado é o maior previsto na legislação

Carla Zambelli: deputada é multada em R$ 30 mil pelo TSE por divulgar informações falsas sobre urnas eletrônicas (Zeca Ribeiro/Agência Câmara)

Carla Zambelli: deputada é multada em R$ 30 mil pelo TSE por divulgar informações falsas sobre urnas eletrônicas (Zeca Ribeiro/Agência Câmara)

Agência Brasil
Agência Brasil

Agência de notícias

Publicado em 25 de maio de 2023 às 15h06.

Última atualização em 25 de maio de 2023 às 15h21.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu hoje, 25, aplicar, por unanimidade, nova multa à deputada Carla Zambelli (PL-SP) por disseminar informações falsas ou desinformações sobre o processo eleitoral. Desta vez, o valor a ser pago é o máximo previsto nas normas eleitorais, de R$ 30 mil.

A parlamentar foi julgada por um vídeo, publicado em seu canal no YouTube antes da eleição geral do ano passado, em que ela diz ter notificado as autoridades competentes para investigar um vídeo segundo o qual as urnas eletrônicas estariam sendo “manipuladas” por pessoas ligadas ao PT dentro de um sindicato do ABC Paulista.

A "verdade das urnas"

Antes da fala da deputada, o teor do vídeo, que viralizou nas redes sociais e aplicativos de mensagem, foi negado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-DF), que disse se tratar de informação falsa.

“Encontrei notória má-fé da representada, que, após nota do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo, livre e conscientemente produziu e divulgou o vídeo”, afirmou Gonçalves, relator da representação contra a deputada. Ele justificou o valor máximo da multa ante “a gravidade das infundadas acusações à lisura do processo eleitoral, sem qualquer amparo no mundo dos fatos”.

Em defesa da deputada, o advogado Thiago Rocha sustentou durante o julgamento que ela não compartilhou nenhuma informação falsa ou descontextualizada. “Não houve sugestão de fraude, houve exclusivamente a afirmação de que, por conta da viralização daquele vídeo, a deputada pediu informações para averiguar se haveria algum tipo de ilicitude ou não”, disse o defensor.

Segunda multa do TSE

Na semana passada, o TSE já havia multado Zambelli em R$ 10 mil por outro caso de disseminação de notícia falsa, dessa vez envolvendo o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Acompanhe tudo sobre:TSEGoverno BolsonaroFake news

Mais de Brasil

Nova bolsa de valores, 'epicentro' de data centers e inovação: as apostas do Rio para crescer

Em Porto Alegre, Defesa Civil alerta para risco de novos temporais com ‘ventos intensos’ e granizo

Ministério da Saúde amplia vacinação contra dengue; veja nova faixa etária

Reviravolta em julgamento sobre 'sobras eleitorais' pode anular eleição de sete deputados; entenda

Mais na Exame