Acompanhe:

Câmara retoma discussão sobre a enrolada reforma tributária

Faz mais de um ano que ministro da Economia, Paulo Guedes, diz que vai enviar a proposta “na semana que vem”, “no mês que vem” ou “no semestre que vem”

Modo escuro

Continua após a publicidade
PAULO GUEDES: meta de arrecadar 1 trilhão de reais com venda de imóveis cada dia mais distante (Adriano Machado/Reuters)

PAULO GUEDES: meta de arrecadar 1 trilhão de reais com venda de imóveis cada dia mais distante (Adriano Machado/Reuters)

L
Ligia Tuon

Publicado em 15 de julho de 2020 às, 06h42.

A Câmara dos Deputados deve retomar nesta quarta-feira, 15, as discussões sobre a reforma tributária suspensas há três meses em função da pandemia de covid-19. “Vamos retomar esse debate amanhã pela manhã. Se puder agregar os senadores, melhor”, disse presidente da Câmara do Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) nesta terça-feira em coletiva.

Segundo Maia, há uma dificuldade para que o Senado participe agora de comissões, inclusive as mistas, como é o caso desta. Durante o período de isolamento social, os parlamentares têm realizado sessões remotas para votar pautas em Plenário.

A simplificação dos impostos foi discutida de fevereiro a abril em comissão mista no Congresso, que envolve a participação de deputados e senadores. Antes disso, o tema era analisado separadamente pelas duas Casas, mas a proposta foi unificada após acordo. O governo federal ficou de enviar sua contribuição para o debate, mas isso ainda não foi feito.

Faz mais de um ano que ministro da Economia, Paulo Guedes, diz que vai enviar a proposta “na semana que vem”, “no mês que vem” ou “no semestre que vem”. No início do mês, Guedes disse que pretendia “ir entrando” no assunto “nos dois a três meses”.

Assim como os parlamentares, a equipe econômica também defende a unificação dos impostos de consumo, mas apenas os federais, com o argumento de que a decisão sobre como distribuir a receita dificulta o debate. Além disso, Guedes já disse várias vezes que pretende incluir tributação de dividendos na proposta.

É um consenso que a reforma do sistema tributário brasileiro, um dos mais complicados do mundo, é uma pauta prioritária da área econômica para que o país crie um ambiente mais adequado aos negócios e atraente para investimentos.

Enquanto espera o melhor momento para entrar na discussão formalmente, o ministro vem se ocupando da criação de um novo benefício assistencial que envolve um sistema de “impostos negativos” para trabalhadores de baixa renda. A urgência do assunto se tornou evidente durante à crise do coronavírus.

A ideia da equipe econômica é separar mensalmente um porcentagem da renda de trabalhadores que recebem até um salário mínimo, mas liberar o dinheiro só após a aposentadoria, para estimular que fiquem no mercado de trabalho. Também faz parte do plano o Renda Brasil, que substituiria o Bolsa Família, mas com um valor maior.

Pagar por tudo isso, porém, não será fácil, o que levou o secretário do Tesouro Nacional a alertar sobre a necessidade de fontes alternativas em regimes tributários especiais. Nesse contexto, Guedes defende um imposto sobre pagamentos, semelhante à extinta e polêmica CPMF. O Congresso avisou, de novo, que esse não será aceito. Agora é torcer para que o ministro tenha um plano B.

Últimas Notícias

Ver mais
Abraham Loria: Projeto de regulamentação da tributária está praticamente pronto
Economia

Abraham Loria: Projeto de regulamentação da tributária está praticamente pronto

Há 8 horas

Técnicos da Câmara preveem déficit zero das contas públicas apenas em 2028
Economia

Técnicos da Câmara preveem déficit zero das contas públicas apenas em 2028

Há 11 horas

Governo tenta barrar PEC que aumenta ganhos de juízes e promotores
Brasil

Governo tenta barrar PEC que aumenta ganhos de juízes e promotores

Há 14 horas

Senado aprova isenção de IR para quem ganha até dois salários mínimos; veja o que muda
Economia

Senado aprova isenção de IR para quem ganha até dois salários mínimos; veja o que muda

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais