Acompanhe:

O ministro da Defesa, José Múcio Monteiro, disse nesta quinta-feira que compete às Forças Armadas apoiar a decisão judicial que culminou na operação contra bolsonaristas acusados de tramar um golpe de Estado, muitos deles oficiais graduados do Exército. "Cabe às Forcas Armadas apoiar a decisão da Justiça", declarou o ministro.

Múcio foi escolhido para o cargo pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva para pacificar a relação entre os militares - setor da sociedade em que a adesão ao bolsonarismo foi alta - e o grupo político que assumiu o governo em 2023.

Mais cedo, a Polícia Federal deflagrou operação para cumprir mandados de prisão contra Filipe Martins (ex-assessor especial de Jair Bolsonaro), Bernardo Romão Corrêa Netto (coronel do Exército), Marcelo Câmara (coronel do Exército) e Rafael Martins de Oliveira (major do Exército).

Além disso, foram alvo de busca e apreensão pessoas como os ex-ministros de Bolsonaro e generais Walter Braga Netto, Augusto Heleno e Paulo Sérgio Nogueira (ex-comandante do Exército) e também o almirante Almir Garnier (ex-comandante da Marinha).

O presidente do PL, partido de Bolsonaro, Valdemar Costa Neto, foi preso porque, durante a busca e apreensão, a Polícia Federal encontrou uma arma irregular em sua casa. Jair Bolsonaro terá de entregar seu passaporte às autoridades. A operação foi autorizada pelo Supremo Tribunal Federal.

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Lula liga para Lewandowski e o parabeniza por recaptura de fugitivos de penitenciária de Mossoró
Brasil

Lula liga para Lewandowski e o parabeniza por recaptura de fugitivos de penitenciária de Mossoró

Há 3 horas

Lula enaltece trabalho de Padilha e diz que governo não perdeu nenhuma votação importante
Brasil

Lula enaltece trabalho de Padilha e diz que governo não perdeu nenhuma votação importante

Há 4 horas

Polícia Federal recaptura os dois foragidos da penitenciária de Mossoró
Brasil

Polícia Federal recaptura os dois foragidos da penitenciária de Mossoró

Há 6 horas

Governo vai ao STF por mais tempo para negociar participação no conselho da Eletrobras
Brasil

Governo vai ao STF por mais tempo para negociar participação no conselho da Eletrobras

Há 8 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais