Acompanhe:

Brasil vai dobrar malha ferroviária em 15 anos, diz Tarcísio

Ministro da Infraestrutura considera que a aprovação do Marco Legal das Ferrovias, sancionado em dezembro de 2021, foi um grande avanço

Modo escuro

Continua após a publicidade
Ministro da Infraestrutura, Tarcisio de Freitas (Alberto Ruy/MInfra/Flickr)

Ministro da Infraestrutura, Tarcisio de Freitas (Alberto Ruy/MInfra/Flickr)

A
Alessandra Azevedo

Publicado em 22 de fevereiro de 2022 às, 15h53.

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, afirmou nesta terça-feira, 22, que a participação do modal ferroviário na matriz de transporte no Brasil vai dobrar de 20% para 40% nos próximos 15 anos, como resultado da abertura do mercado para a iniciativa privada. O assunto foi debatido no CEO Conference, evento do BTG Pactual.

É possível assistir a CEO Conference de forma totalmente gratuita e pela internet se inscrevendo neste link.

Com o desenvolvimento ferroviário, o Brasil vai “se aproximar de qualquer país desenvolvido” em termos de logística, afirmou Tarcísio. “Vamos ter uma matriz mais equilibrada, mais sustentável e mais barata”, disse. A redução do Custo Brasil em termos de frete deve ser na ordem de 35%, pelas simulações do governo.

“Vamos fazer alguma coisa semelhante ao que já existe nos terminais privados, e isso vai nos proporcionar uma revolução ferroviária. É uma coisa que nos empolga bastante”, disse o ministro. Para ele, a aprovação do Marco Legal das Ferrovias, sancionado em dezembro de 2021, foi um grande avanço.

Com a abertura do mercado, o ministério esperava receber oito pedidos de autorização ferroviária, de projetos que estavam “gritando”, disse Tarcísio. “Qual foi nossa surpresa. Recebemos 80 pedidos de autorização”, contou. Isso representa a construção de 20,7 mil quilômetros de ferrovias, 240 bilhões de reais de investimento privado no segmento ferroviário.

“O brasileiro já entendeu a importância da desestatização, de passar ativos para a iniciativa privada. É um caminho sem volta”, acredita Tarcísio. Ele lembrou que, em março, será feito o primeiro leilão de desestatização portuária da história do país, da Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa).

O ministro apontou que os maiores avanços observados nos últimos anos têm sido no campo regulatório. Além do Marco das Ferrovias, ele citou a aprovação do projeto da BR do Mar, também no ano passado. “Enfrentamos uma batalha no Congresso para que pudesse mudar uma regulação de muitos anos”, disse. 

“Isso vai diminuir o custo para quem quer ingressar na cabotagem. Significa fazer um convite para sair do transporte com um modo só e necessariamente encarar a multimodalidade”, pontuou Tarcísio. “Temos aí um bom projeto, que vai dar bons frutos. A gente já começa a ser procurado por empresas que querem operar a cabotagem”, disse.

Para Antônio Sepúlveda, presidente da Santos Brasil, que também participou do painel, o momento é “muito bom” para o setor portuário. “Todo esse avanço que a gente teve nos últimos três anos tem aberto uma série de oportunidades”, disse. Ele afirmou que o incentivo à cabotagem, por exemplo, expande a capacidade dos portos de receber também navios grandes, o que é uma “ferramenta fabulosa” para o comércio exterior, porque reduz o preço do frete.

Tarcísio destacou que foram feitos 39 leilões de ativos de infraestrutura em 2021, apesar de o ano ter sido “superdesafiador”. Desde o início do governo, segundo ele, foram 125 leilões, com 820 bilhões de reais já contratados e 143 bilhões de reais arrecadados em outorga. “A gente vai terminar o ano de 2022 com mais de 1 trilhão de reais contratados”, disse.

Tarcísio também disse que o setor portuário tem dado respostas muito positivas. O crescimento foi de 4,2% em 2020, ano de início da pandemia, e de 4,8% em 2021. “Conseguiu dar respostas ao setor produtivo”, disse o ministro. Foram 34 leilões de arrendamento realizados.

João Alberto de Abreu, CEO da Rumo S.A., que também participou do painel no CEO Conference, destacou que o Brasil tem quebrado o paradigma de que tem um custo de logística mais alto do que os outros países. Ele acredita que, nos próximos 10 anos, o país vai continuar liderando o trade global do agronegócio. 

Na opinião de Marco Cauduro, CEO da CCR, o corpo técnico atual do ministério é de “extrema qualidade” e tem atuado com diálogo aberto com o setor privado na construção de bons contratos. O setor aeroportuário, segundo ele, tem um potencial muito grande com os leilões que estão por vir.

Como assistir ao CEO Conference

O CEO Conference reúne nestes dias 22 e 23 de fevereiro os principais líderes empresariais, políticos e da sociedade civil do Brasil. Este ano, o principal objetivo da reunião será debater os desafios do país e as principais tendências em economia, política e tecnologia para 2022. O evento é organizado pelo BTG Pactual (do mesmo grupo que controla a EXAME).

Entre os participantes confirmados estão o presidente da República, Jair Bolsonaro, e os pré-candidatos João Doria (PSDB), governador do Estado de São Paulo, o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro (Podemos), e o ex-governador do Ceará, Ciro Gomes (PDT).

Não perca a CEO Conferece 2022! Clique aqui e faça seu cadastro gratuito. Após concluir o preenchimento de informações, você receberá por e-mail o acesso à área logada com as informações do evento e à transmissão ao vivo.

Últimas Notícias

Ver mais
Nada de papel: Governo de SP disponibiliza plataforma eletrônica para os 645 municípios paulistas
Brasil

Nada de papel: Governo de SP disponibiliza plataforma eletrônica para os 645 municípios paulistas

Há 6 dias

Governo de SP promete alfabetizar 90% das crianças com 7 anos até 2026
Brasil

Governo de SP promete alfabetizar 90% das crianças com 7 anos até 2026

Há uma semana

Exclusivo: Discussões na Câmara de SP não vão atrasar privatização da Sabesp, afirma secretária
Economia

Exclusivo: Discussões na Câmara de SP não vão atrasar privatização da Sabesp, afirma secretária

Há uma semana

Governo de SP garante que privatização da Sabesp reduzirá tarifa de água
Brasil

Governo de SP garante que privatização da Sabesp reduzirá tarifa de água

Há uma semana

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais